COMUNICADO IMPORTANTE !

Saudações aos caros frequentadores do Blogue. A Administração decidiu facultar espaço para publicidade comercial neste Blogue, mediante quantias bastante acessíveis a quem quiser usufruir desta oportunidade. Os interessados deverão contactar através do gmail: issoeofim.blogspot.pt@gmail.com, a fim de lhes serem informados sobre as respectivas condições, e procedimentos. Cumprimentos a todos.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

A Estrela Azul, e a possibilidade da profecia dos índios hopi se estar a concretizar...!

a profecia dos índios hopi
Uma antiga profecia dos índios hopi afirma que “quando a estrela azul Kachina aparecer nos céus, o Quinto Mundo surgirá”. E também fala sobre a manifestação de nove sinais que prevêem esse evento que mudará o mundo.

Poderia isto estar acontecendo agora?

Em tempos esquecidos, as pessoas que habitavam a Terra tinham uma conexão diferente com o mundo espiritual do que temos hoje. A existência de lendas e profecias parece resumir esse fato. Como não havia poluentes, o céu oferecia um mapa do universo à noite.
A vista deve ter sido espetacular, mas além da vista, as antigas escrituras dizem-nos que as pessoas receberam sinais cósmicos de seus deuses e também testemunharam aquilo que só pode ser descrito como encontros com extraterrestres.

A evidência desses encontros pode ser encontrada em todo o mundo, e consiste em pinturas, esculturas, leituras, desenhos e até descendentes de pessoas mais velhas que tiveram tais encontros míticos…

‘O povo pacífico’, ou hopi, tem vivido no nordeste do estado do Arizona, nos EUA, e acredita-se que são descendentes das culturas do sul, leste e norte. Os Anasazi são os ancestrais dos Hopi, que criam uma ligação direta com a antiga cultura asteca.
Embora muitas civilizações em todo o mundo apoiem ​​as crenças religiosas dos ‘deuses brancos’ que descem do céu, a tribo dos hopi acredita que seus ancestrais vieram de dentro do solo.

Um dos muitos mitos hopi descreve especificamente os estranhos seres que residem no coração da Terra e são chamados Povo Formiga. Os desenhos que mostram o Povo Formiga se parecem muito com as ilustrações encontradas em relatos modernos de encontros extraterrestres cinzentos (grays). Há outra conexão entre o povo formiga hopi e a lenda mesoamericana de Quetzalcoatl.

Acredita-se que o povo formiga ajudou o ‘Deus Branco’ a descobrir o milho em uma montanha cheia de grãos e sementes.

Os hopis acreditam que o Povo das Estrelas e seu conhecimento do cosmo retornarão no final do período atual, como fizeram no passado. Toda a sua mitologia é baseada na suposição de que o mundo passa por ciclos sucessivos separados por eventos cataclísmicos. De acordo com suas lendas, na época da Kachina Azul, o povo das estrelas retirou-se para o coração da Terra, buscando refúgio durante a destruição do mundo.
Passado de geração em geração, sua mitologia intrigante descreve o evento:

Primeiro, a Kachina Azul começará a ser vista nas danças e aparecerá para as crianças na praça durante a dança da noite. Este evento nos dirá que os tempos do fim são muito próximos. Então a Estrela Azul Kachina aparecerá fisicamente em nossos céus, o que significaria que estaremos nos tempos finais.

Quando o Primeiro Mundo foi destruído, as pessoas retornaram do mundo exterior para viver como formigas para a continuação do Segundo Mundo. O Terceiro Mundo fala de uma civilização avançada com ‘escudos voadores’ e guerras entre cidades distantes, destruídas por inundações terríveis, narrativas muito semelhantes às encontradas na mitologia babilônica.

Os índios Hopi são agora guardiões do Quarto Mundo, em troca do benefício de viver na Terra. Eles consideram que a chegada do Quinto Mundo está próxima e começará quando os membros do Clã do Fogo voltarem.

Nos últimos dias vamos procurar nos nossos céus e vamos testemunhar o retorno dos dois irmãos que ajudaram a criar este mundo no momento do nascimento. Poganghoya é o guardião do nosso Pólo Norte e seu irmão Palongawhoya é o guardião do Pólo Sul. Nos últimos dias, a Estrela Azul Kachina virá com seus sobrinhos e eles retornarão a Terra à sua rotação natural que é anti-horária. Não longe dos gêmeos virá o Purificador: a Kachina Vermelha, que trará o Dia da Purificação. Neste dia, a Terra, suas criaturas e toda a vida como a conhecemos, irão mudar para sempre.

A lenda da Kachina Azul também corresponde às profecias maias e a teoria do Planeta X, sugerindo uma interdependência entre os pressupostos hopis e os da civilização maia. Além disso, uma outra ligação entre a lenda Pahana Hopi e o mito mesoamericano de Quetzalcoatl, que liga os hopis com certas culturas dos índios americanos que adoravam a serpente com chifres.

Outros mistérios antigos tendem a se relacionar com muitas histórias de gênese e crenças religiosas de outras civilizações arcaicas na América do Sul e na América do Norte.

Os Hopi afirmam que existem quatro tabletes de pedra da criação. Nos tempos antigos, estes tabletes foram entregues por Massau, o guardião do submundo, que pediu para que essas pedras fossem guardadas até que vários sinais fossem cumpridos no final do quarto mundo e no início doa quinto. Quando os sinais aparecerem, os Hopi serão aconselhados a revelar os tabletes de pedra e suas profecias ao mundo a respeito da purificação da Terra. Os nove sinais de destruição foram descritos em 1958 por um velho hopi chamado White Feather (Pena Branca).

Este é o Primeiro Sinal: Somos informados da chegada de homens de pele branca, como Pahana, mas que não viveram como Pahana. Homens que tomaram a terra que não era deles. E homens que espancam seus inimigos com trovões.

Segundo Sinal: Nossas terras verão a chegada de rodas de fiar cheias de vozes. Em sua juventude, meu pai viu essa profecia se realizar com seus olhos.

Terceiro sinal: Uma besta estranha como um búfalo, mas com grandes chifres longos, vai invadir a Terra em grandes quantidades. Estas, White Feather as viu com os olhos.

Quarto Sinal: A Terra será atravessada por serpentes de ferro.

Quinto Sinal: A Terra será atravessada por uma teia de aranha gigante.

Sexto Sinal: A Terra será entrelaçada com rios de pedra que fazem imagens ao Sol.

Sétimo Sinal: Você vai ouvirá que o mar ficou negro e muitos seres vivos morreram por causa disso.

Oitavo Sinal: Você verá muitos jovens, que usam seus cabelos tão longos quanto meu povo, vindo e se juntando às nações tribais, para aprender seus caminhos e sabedoria.

O Nono Sinal, como diz White Feather, é um prenúncio de destruição:

Vocês ouvirão de uma morada nos céus, na Terra, que cairá com um grande estrondo. Ele aparecerá como uma estrela azul. Logo depois disso, as cerimônias do meu povo cessarão.

Muitos acreditam que os primeiros oito sinais já foram cumpridos. O primeiro sinal pode ser interpretado como a chegada dos europeus ao continente norte-americano. O segundo é uma referência à exploração inicial da América, usando o carro como principal meio de locomoção. Os três sinais a seguir apontam para outras influências europeias, como a chegada de gado e o surgimento de linhas férreas e telefônicas. Os ‘rios de pedras’ mencionados no sexto sinal só podem ser estradas e rodovias. O sétimo e o oitavo sinais são bastante auto-explicativos e encapsulam os sintomas de contaminação em todo o mundo. Os hopis acreditam que o aumento dos níveis de toxicidade nos oceanos é uma indicação clara de que o penúltimo sinal já está sobre nós.

Esta seria uma outra profecia interpretada erroneamente, uma vaca metafórica ordenhada até o esgotamento pelos autores, sem nenhum outro interesse além de vender seus livros? Ou os hopis são realmente os guardiões do antigo conhecimento sagrado, transmitido de uma época em que o homem andava com os deuses?

Somente o tempo dirá…

Fonte: http://ovnihoje.com/2018/08/16/profecia-dos-indios-hopi/

LinkWithin

´ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...