sexta-feira, 30 de maio de 2014

Governo em Comunicação com Aliens diz documento Top Secret

 
Steven M. Greer MD, fundador e diretor do Projeto de Divulgação, tem um documento informativo Projeto Aquarius lançado que foi recebido no e-mail pelo projeto divulgação. 
As informações contidas neste documento é TOP SECRET  com Orcon. {Só o autor pode liberar as informações} 
Só MJ12 tem acesso a Projeto Aquarius. Nenhum outro órgão do governo, para incluir o militar, tem acesso às informações contidas nesta reunião. Há apenas duas cópias do Projeto Aquarius e a localização é conhecida apenas MJ12. Este documento será destruído após o briefing. Não há notas, fotografias ou gravações de áudio, pode ser feita desta reunião.

 
PROJETO AQUARIUS c ontains 16 volumes de informação documentada recolhidos desde o início dos Estados Unidos Investigação de Objetos Voadores Não Identificados {} UFOs e Ofícios extraterrestres identificadas {} IAC. O projeto foi originalmente criado em 1953, por ordem do presidente Eisenhower, sob o controle do NSC e MJ12.
Em 1966, o nome do projeto foi alterado de Projeto Gleem ao Projeto Aquarius. 
O projeto foi financiado pela CIA fundos confidenciais {} não apropriados. O projeto foi originalmente classificados como secretos, mas foi atualizado para a sua classificação atual em dezembro de 1969, após o Projeto Livro Azul foi encerrada. O objetivo do Projeto Aquarius era recolher tudo, informações médicas e de inteligência científica e tecnológica de avistamentos e contatos com formas de vida alienígenas UFO / IAC. Este arquivo ordenado de informações coletadas foi utilizado para fazer avançar o programa espacial dos Estados Unidos. 
O briefing processo é um relato histórico da investigação do Governo dos Estados Unidos de Fenômenos Aéreos, recuperado Aircraft estrangeiro e contatos com formas de vida extraterrestre.
Em junho 1947, um piloto civil voando sobre as montanhas Cascade do Estado de Washington observou nove discos voadores, {mais tarde conhecidas como UFOs}. O Comandante, Ar Técnico Centro de Inteligência da então Força Aérea do Exército, ficou preocupado e ordenou um inquérito. Este foi o início do envolvimento dos Estados Unidos com as investigações de UFOs. Em 1947, uma aeronave de origem extraterrestre, caiu no deserto do Novo México. A nave foi recuperado pelos militares. 


Quatro estrangeiro {não homo-sapiens} corpos foram recuperados em meio aos destroços. Os extraterrestres foram encontrados para ser criaturas não relacionadas com os seres humanos {Atch 1}. No final de 1949, outra aeronave extraterrestre caiu  nos Estados Unidos e foi recuperada parcialmente intacta pelos militares. Um estrangeiro de origem extraterrestre sobreviveu ao acidente. 
The Alien sobreviver era do sexo masculino e chamava-se "EBE". O estrangeiro foi exaustivamente interrogado por funcionários de inteligência militar em uma base no Novo México. A linguagem do estrangeiro foi traduzido por meio de picturegraphs. Soube-se o estrangeiro veio de um planeta no sistema estelar Zeta Riticuli, aproximadamente 40 anos-luz da Terra. 
EBE viveu até 18 de junho, 1952, quando ele morreu de uma doença inexplicável. Durante o período de tempo EBE estava vivo, ele forneceu informações valiosas sobre tecnologia espacial, a origem do Universo e assuntos exobiológica. 
A recuperação de aeronaves extraterrestres levam os Estados Unidos em um amplo programa de investigação para determinar se esses estrangeiros representavam uma ameaça direta à nossa segurança nacional. Em 1947, a Força Aérea recém-criado iniciou um programa para investigar incidentes envolvendo UFOs. O programa foi operado sob três nomes de código diferentes: Rancor, sinal e finalmente Blue Book. 


A missão original do programa da Força Aérea era coletar e analisar todos os avistamentos ou incidentes envolvendo UFOs relatados e determinar se a informação poderia ser interrompido como tendo qualquer relação com a segurança dos Estados Unidos. Algumas informações foram avaliados com a idéia de usar os dados obtidos para avançar a nossa própria tecnologia espacial e os programas espaciais futuras. 90 por cento dos cerca de 12.000 relatórios analisados ​​pela Força Aérea foram consideradas fraudes, explicou fenômenos aéreos ou objetos astronômicos naturais. Os outros 10 por cento foram considerados avistamentos e / ou incidentes estrangeiro legítimos. 
No entanto, nem todos os avistamentos de OVNIs ou incidentes foram relatados no âmbito do programa da Força Aérea. Em 1953, o Projeto Gleem foi iniciado por ordem do presidente Eisenhower, que acreditava que os OVNIs apresentou uma ameaça para a segurança nacional dos Estados Unidos. Projeto Gleem, que se tornou Projeto Aquarius em 1966 foi um relato paralelo para avistamentos e incidentes de UFOs.
Relatos recolhidos no âmbito do Projeto Aquarius foram consideradas avistamentos reais de aeronaves estrangeiras ou de contacto com formas de vida alienígenas. A maioria dos relatos foram feitos por militares do Departamento de Defesa e pessoal civil de confiança.
Em 1958, os Estados Unidos recuperaram um terceiro avião estrangeiro a partir do deserto de Utah. A aeronave estava em excelentes condições de vôo. A aeronave foi aparentemente abandonado pelos Aliens, por alguma razão inexplicável, uma vez que não formas de vida alienígenas foram encontrados dentro ou ao redor da aeronave. A aeronave foi considerado uma maravilha tecnológica por cientistas dos Estados Unidos. No entanto, as instrumentações de operação da aeronave eram tão complexos que os nossos cientistas não conseguiram interromper a sua operação. A aeronave foi armazenado em uma área de segurança máxima e analisadas ao longo dos anos pelos nossos melhores cientistas aeroespaciais. Os Estados Unidos ganhou um grande volume de dados tecnológicos da aeronave Estrangeiro recuperado.
Uma descrição completa e mais informações sobre a aeronave é explicado em Atch 3.
Várias investigações científicas independentes a pedido da Força Aérea e CIA, tiveram início durante a era do Projeto Livro Azul. MJ12 decidiu que oficialmente, a Força Aérea deve terminar sua investigação de UFOs.
Esta decisão foi obtida durante a reunião ____ {4} Atch em 1966. A razão era dupla. Em primeiro lugar, os Estados Unidos haviam estabelecido comunicação com os estrangeiros. Os Estados Unidos sentiram relativamente certeza de que a exploração de Estrangeiros de terra era não agressivo e não-hostil. Também foi estabelecido que a presença Aliens não ameaçava diretamente a segurança dos Estados Unidos. Em segundo lugar, o público estava começando a acreditar que os UFOs eram reais. O NSC sentiu esse sentimento público poderia levar a um pânico em todo o país. Os Estados Unidos estavam envolvidos em vários projetos sensíveis durante este período de tempo. Considerou-se que a consciência pública desses projetos teria comprometido o futuro programa espacial dos Estados Unidos.
Portanto, MJ12 decidiu que um estudo científico independente dos fenômenos UFO seria necessário para satisfazer a curiosidade do público. O estudo final oficial do UFO fenômenos foi realizado pela Universidade do Colorado, sob contrato da Força Aérea O estudo concluiu que não existiam dados suficientes que indiquem UFOs ameaçou a segurança dos Estados Unidos. A conclusão final satisfez o governo e permitiu que a Força Aérea para a etapa oficialmente fora do negócio UFO investigar
Quando a Força Aérea encerrou oficialmente o Projeto Livro Azul em dezembro de 1969, o Projeto Aquarius continuou operação sob o controle do NSC/MJ12. O NSC sentiu investigações de avistamentos UFO e incidentes tiveram de continuar em segredo, sem qualquer conhecimento público. O raciocínio por trás da decisão foi o seguinte: se a Força Aérea continuou a sua investigação de OVNIs, eventualmente, alguns funcionários civis não liquidados e unbriefed da Força Aérea ou do Departamento de Defesa obteria os fatos por trás Projeto Aquarius. Obviamente {por razões de segurança operacional} isso pode não ser permitido. A fim de continuar a investigação de avistamentos e incidentes em sigilo UFO, investigadores da CIA / DCD e MJ12 foram designados para as agências governamentais e militares de outras com ordens para investigar todos os avistamentos e incidentes legítimos UFO / IAC. 
Estes agentes são actualmente a operar em vários locais em todo os Estados Unidos e Canadá. Todos os relatórios são filtrados direta ou indiretamente para MJ12. Esses agentes estão recolhendo relatos de avistamentos e incidentes que ocorrem em ou perto de instalações governamentais sensíveis UFO / IAC. {NOTA: Aliens têm sido extremamente interessado em nossas armas nucleares e investigação nuclear. Muitos avistamentos e incidentes militares relataram ocorrer sobre bases de armas nucleares. O interesse do estrangeiro em nossas armas nucleares só pode ser atribuído à futura ameaça de uma guerra nuclear na Terra. A Força Aérea iniciaram medidas para garantir a segurança das armas nucleares contra roubo de Estrangeiro ou destruição}. MJ12 se sente confiante de Estrangeiros estão em uma exploração do nosso sistema solar para fins pacíficos.
No entanto, devemos continuar a observar e acompanhar o movimento Aliens até que seja determinado que os planos futuros da Estrangeiro conter nenhuma ameaça à nossa segurança nacional ou a civilização da Terra.
A maioria dos documentos governamentais relativas aos avistamentos de UFOs, incidentes e as políticas governamentais, incluindo o Projeto Livro Azul, foram liberados para o público sob FOIA ou em vários outros programas de libertação. MJ12 sentiu os restantes documentos e informações {não relacionadas com o Projeto Aquarius} relacionadas a fatos tecnológicos sobre Aliens assuntos médicos, o fato de que um estrangeiro foi capturado vivo e sobreviveu por três anos sob sigilo, não pode ser liberado para o público, por medo da informação que ser obtido por SHIS. Houve outras informações obtidas a partir de EBE que foi considerada sensível e não destacável para o público.
Notavelmente, Projeto Aquarius Volume IX, que pertence ao traçar a primeira Visitação de terra Aliens de volta cerca de 5.000 anos. EBE relatou que há 2.000 anos seus ancestrais plantaram uma criatura humana sobre a terra para ajudar os habitantes da Terra no desenvolvimento de uma civilização. Esta informação só foi vago e a identidade exacta ou informações básicas sobre este homo-sapiens não foi obtida. Undoubtfully, se esta informação foi lançado para o público, que causaria um pânico religiosa em todo o mundo. 
MJ3 desenvolveu um plano que irá permitir a liberação do Projeto Aquarius, Volumes I através Ill. O programa de lançamento exige uma liberação gradual de informações ao longo de um período de tempo, a fim de condicionar o público para divulgações futuras. Atch 5 deste coletiva contém certas guidlines para futuros lançamentos públicos.
No relatório de 1976 MJ3 {Atch 6}, estimou-se a tecnologia do extraterrestres foi há muitos milhares de anos à frente da tecnologia dos Estados Unidos. Nossos cientistas especulam que até a nossa tecnologia se desenvolve para um nível igual aos extraterrestres, não podemos compreender o grande volume de informações científicas dos Estados Unidos já adquirida com os Aliens. Este avanço da tecnologia Estados Unidos pode levar muitas centenas de anos.
Originalmente estabelecida em 1949. Sua missão era recolher e avaliar informações médicas do sobrevivente Aliens criatura e os corpos de alienígenas recuperados. Este Projecto exame médico EBE e desde que os Estados Unidos pesquisadores médicos com certas respostas para a teoria da evolução. {Terminado em 1974}.


Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/

Enigma da Antártica


Algo de estranho sob a Antártica?
A 10+ page public forum agora está a ter um debate aprofundado sobre o que o moderador do fórum está chamando de ' algo de muito o estranho estar ativado sob o gelo da Antártica . Nosso fórum afirma ser um geólogo enviado para a Estação Neumayer na Antártica para estudar amostras de gelo . Sua introdução a este tema é resumido como abaixo e discutidas muito mais em profundidade no relato recém-lançado no vídeo abaixo. Surpreendentemente, essa afirmação pode ter mais credibilidade do que se poderia pensar. :
Cerca de 2 semanas atrás, começaram os rumores de que estavam sendo detectados transmissões de microondas estranhas em audição. Eventualmente , foi descoberto que estas transmissão vinham de cerca de 100 metros abaixo do gelo a cerca de 15 quilômetros da estação. Uma expedição foi enviada ao local para investigar a área . O que eles encontraram não eram apenas as transmissões de microondas , mas também a atividade radioativa , bem como uma enorme quantidade de calor proveniente abaixo do gelo e que isso estava derretendo o gelo.
Isto é, quando tudo ficou muito mais estranho. Dentro de poucos dias uma equipe foi enviada a partir dos EUA com equipamentos de movimentação de terra pesada. Foi tudo em absoluto segredo e apenas alguns membros da estação estão a par do que esteja acontecendo. Essa equipe e seu equipamento foi enviado para o local , provavelmente, para desenterrar o que estava sob o gelo . Cerca de 4 horas depois de sua equipe e equipamentos foram ao local todos eles voltaram . Havia 18 deles e 7 deles tiveram de ser tratados pelos nossos médicos para algum tipo de envenenamento por radiação .
O que é mais perturbador disso é o olhar nos rostos daqueles membros da equipe , bem como o olhar nos rostos dos poucos caras da estação que estão sem saber quando eles voltarão . Todos eles parecem que viram um fantasma . Totalmente assustados e agindo erráticos.
Agora isso está totalmente fora dos limites para nós e um deles está sendo vigiado pelos militares dos EUA . Rumores são de que outra equipe a partir dos EUA está chegando ao retomar a investigação do Corp. de Engenheiros do Exército .
A discussão de tudo o que pode ou não estar sob Antártica começa a aproximar na segunda marca neste vídeo 30.


Fonte: http://www.godlikeproductions.com

Crop Circle: encontrado em Buckle Street, Worcestershire, Reino Unido em 26 de Maio de 2014


 Mais Crop Circles volta a aparecer no Reino Unido, não estão distribuídos aleatoriamente ao longo da paisagem, mas eles aparecem perto de estradas, áreas de média a densa população e Monumentos do património cultural, o mais recente Crop Circle foi encontrado em Buckle Street, perto Pedworth, Worcestershire no Reino Unido em 26 de maio de 2014.

Fonte: atestcropcircles

terça-feira, 27 de maio de 2014

Experimentos com vírus mutante pode desencadear uma pandemia

© wikipedia.org / CDC / Cynthia Goldsmith

Experimentos controversos com o vírus mutante poderia pôr em perigo vidas humanas, pois há o risco de que cepas patogênicas espalhados pelo mundo provocando uma pandemia, adverte um novo relatório.

LEIA MAIS »Várias equipes de cientistas ao redor do mundo têm sido nos últimos anos a criação e modificação de vírus para entender como cepas evoluir para formas mais mortais e se espalhar facilmente entre humanos. No entanto, um relatório por dois pesquisadores americanos garante que os benefícios destes estudos poderiam ser ofuscado, porque existe a possibilidade de que as cepas patogênicas escapar acidentalmente o laboratório e se espalhou pelo mundo . "Nós não estamos dizendo isso vai acontecer, mas quando o potencial é uma pandemia, mesmo uma pequena chance é algo que você deve ter em mente ", disse Marc Lipsitch, epidemiologista da Escola de Saúde Pública de Harvard, que escreveu o relatório com Alison Galvani Universidade de Yale. . Acordo com esses especialistas, esses experimentos "merecem uma análise ética sobre a aceitabilidade dos riscos da liberação acidental ou deliberada" vírus Este relatório ameaça reviver crise científica que eclodiu em 2012 , quando o Conselho Nacional de Ciência de Biossegurança EUA(NSABB, por sua sigla em Inglês) recomendou não tornar públicos os resultados de dois estudos independentes sobre a gripe das aves mutante, com medo de cair nas mãos de bioterrorismo. Estes estudos, liderado por Ron Fouchier do Centro Médico Erasmus, em Roterdã, e Yoshihiro Kawaoka, da Universidade de Wisconsin-Madison, respectivamente, foram finalmente publicado vários meses depois . Fouchier e Kawaoka Ambos criticaram o recente aviso relatório que foi publicado na PLoS do jornal . Ambos os cientistas dizem que seu trabalho foi realizado com aprovação ética completo e com segurança, e que todos os riscos possíveis são levados em conta.Lipsitch acredita que o governo dos EUA e outras agências financiadoras devem confiar avaliações de risco completas antes de decidir que irá apoiar estudos. Em vez de criar vírus perigoso em laboratórios, Lipsitch e Galvani exortar os cientistas a procurar alternativas.
 
Fontes: http://actualidad.rt.com/ciencias/view/128898-experimentos-virus-mutantes-pandemia-accidente
http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/

Observatório brasileiro descobre asteróide potencialmente perigoso

Conheça a mais nova descoberta brasileira de um asteróide próximo da Terra
Localizado no Estado de Minas Gerais, o Observatório SONEAR (Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research) fez mais uma grande descoberta.

Um novo asteróide, batizado de 2014 KP4 foi descoberto por brasileiros no último dia 20 de maio, e já foi confirmado pelo Minor Planet Center da União Astronômica Internacional.

O asteróide recém-descoberto pertence ao grupo PHA (abreviação em inglês para Asteróides Potencialmente Perigosos), o que significa que sua órbita pode em algum momento passar muito próxima da Terra. Ele também pertence ao grupo de NEO's (abreviação em inglês para Objetos Próximos da Terra)



 
Posição do asteróide 2014 KP4 no dia 24 de maio de 2014. Órbita do NEO 2014 KP4
comparada com as órbitas de Mercúrio, Vênu, Terra, Marte e Júpiter.
Créditos: SONEAR / Edição: Richard Cardial

Assim como todos os NEO's (Near Earth Objects), a órbita de 2014 KP4 fica entre 0.983 e 1.3 unidades astronômicas do Sol ( uma unidade astronômica equivale a distância média entre a Terra e o Sol). E assim como todos os PHA (Potential Hazardous Asteroids), ele atinge uma distância de intersecção orbital mínima menor do que 0.05 unidades astronômicas com o nosso planeta, e sua magnitude absoluta está abaixo de 22.0.
 
Este é um grande passo para a Astronomia brasileira, afinal, é o primeiro NEO descoberto no Brasil. Outros observatórios, como o Japan Spaceguard Association e o Possum Observatory, confirmaram a existência do novo asteróide 2014 KP4, e essa grande descoberta pode ser verificada no site Minor Planet Center.

Fonte: http://www.galeriadometeorito.com/2014/05/observatorio-brasileiro-descobre-asteroide-proximo-da-terra.html


Forte terremoto de 6,9º abala Grécia, Turquia e Bulgária

Forte terremoto de magnitude6.9º graus abala Grécia, Turquia e Bulgária

Tremor ocorreu durante a manhã deste sábado. Ainda não há informação sobre vítimas ou danos. O terremoto com magnitude 6.9º na escala Richter teve epicentro no Mar Egeu, 18 km ao sul da ilha de Samothraki e a uma profundidade de 10 km, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Um forte terremoto atingiu o litoral da Grécia na manhã deste sábado (24), segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS). O tremor ocorreu às 12h25 locais (6h25 de Brasília), a uma profundidade de 10 quilômetros, a 18 quilômetros de Kamariotissa.

Fonte: http://earthquake.usgs.gov/ e http://pt.euronews.com

24/05 12:07 CET -

Um terremoto de forte intensidade, com 6,9º graus na escala Richter abalou hoje o leste da Grécia, um forte abalo que também foi bastante sentido na Turquia e na Bulgária.

O terremoto com magnitude 6.9º na escala de Richter teve epicentro no Mar Egeu, 18 km ao sul da ilha de Samothraki e a uma profundidade de 10 km, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).



O sismo foi sentido em Atenas, mas também em Istambul e em Sófia. Ainda não há notícia de vítimas ou danos provocados por este tremor de terra. O abalo ocorreu por volta do meio-dia, hora local, 10 da manhã em Lisboa e 06:25 da manhã horário de Brasilia.

Hora do Evento

2014/05/24 09:25:03 UTC (06:25 Brasilia)
2014/05/24 11:25:03 UTC +02:00 no epicentro
2014/05/24 06:25:03 UTC-03: 00 tempo de sistema

Localização

40,305 ° N 25,453 ° profundidade E = 10,0 km (6.2mi)
Cidades próximas
19 km (12MI) S de Kamariotissa, Grécia
70 km (43mi) SSW de Alexandroupolis, Grécia
78 km (48mi) ESE de Potos (Thassos), Grécia
83 km (52mi) ONO de Canakkale, Turquia
298 km (185mi) NNE de Atenas, Grécia

A região mediterrânica é sismicamente ativa devido à convergência para o norte (4-10 mm / ano) da placa tectônica Africana com relação à placa eurasiana ao longo de um complexo limite de placas. Esta convergência começou há erca de 50 milhões de anos e foi associada com o fechamento do mar de Tétis.



O terremoto foi bem próximo ao local onde a Ásia (Oriente) e a Europa se encontram, no Estreito de Dardanelos.

O moderno remanescente atual do mar de Tétis é o Mar Mediterrâneo. As maiores taxas de sismicidade na região do Mediterrâneo são encontradas ao longo da zona de subducção Helênica do sul da Grécia, ao longo da zona de falha do Norte da Anatólia da Turquia ocidental e da zona de subducção da Calábria, no sul da Itália.

Fonte: http://www.thoth3126.com.br/

ALERTA MUNDIAL: TEPCO FARÁ LANÇAMENTOS DE ÁGUA CONTAMINADA NO MAR

OPERADOR PLANT DISSE QUE IRIA COMEÇAR A DESPEJAR OS PRIMEIROS 560 TONELADAS DE ÁGUA CONTAMINADA NA QUARTA-FEIRA DE MANHÃ

Créditos de imagem: Imaginem China, TEPCO
por ENGLISH.CRI.CN |

Autoridades do Japão em Fukushima na terça-feira aprovou um plano por parte do operador da usina nuclear de Fukushima Daiichi para liberar sua água contaminada no Oceano Pacífico.
Após uma reunião de consulta com representantes da operadora da usina, a Tokyo Electric Power Company (TEPCO), e instituições nacionais de pesquisa de energia atômica, os agentes da prefeitura decidiu apoiar o esquema de TEPCO.
"O governador da prefeitura de Fukushima convidou sugestões sobre o plano de descarga de água, e decidiu discutir o assunto na reunião de consulta. A reunião de hoje foi centrada sobre o assunto.Todos os detalhes específicos e aspectos foram confirmados na reunião ", disse Tetsuya Hasegawa, chefe da prefeitura de Vida e Meio Ambiente do Departamento.
TEPCO emitiu um comunicado de duas horas após a reunião que disse que iria começar a despejar os primeiros 560 toneladas de água contaminada na quarta-feira de manhã.
A questão da água contaminada é um dos mais graves problemas enfrentados pela usina nuclear de Fukushima. Desde o desastre desencadeado pelo terremoto na usina em 11 de março de 2013, grandes quantidades de água foram usados ​​para resfriar os reatores nucleares e, assim, criou uma soma incrível de águas residuais contaminadas.
Cerca de 400 toneladas de água contaminada se infiltrou em águas subterrâneas sob a planta, e reservatório de água da usina está quase cheio. Portanto TEPCO propôs um plano para extrair a água contaminada antes transborda no subsolo, e lançá-lo no mar.
Pesquisadores atômicas japonesas testou a água subterrânea na área, e descobriram que a concentração de substâncias radioativas contidas na água manteve-se abaixo dos níveis normais.
TEPCO ficou sob fogo no ano passado depois verificou-se que eles estavam cientes de água radioativa de Fukushima vazando para o mar, mas optou por não divulgar a informação por mais de um mês.
As autoridades de Fukushima disseram que exigiria TEPCO a seguir rigorosamente as normas de segurança conjunto, com um alto grau de transparência.
"Realizar o plano não é a nossa primeira prioridade, e nós não estamos indo para o lançamento do plano, a menos que tenha certeza de que tudo está pronto", disse Naohiro Masuda, representante da TEPCO.
A mudança para despejar a enorme quantidade de água tóxica foi inevitável, TEPCO disse, devido aos grandes volumes de água contaminada edifício para cima e deixando de ser descontaminados e mantido dentro do complexo.

Fonte: INFOWARS

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Luzes misteriosas no céu sobre o Hawaii


Hawaii News Now fornece relatos de testemunhas e até 40 fotos tiradas de diferentes partes do Havaí, especificamente Oahu, Maui e Lanai.



Luzes misteriosas no céu, descrito como "super brilhante" e "zig zag" luzes, com uma testemunha dizendo . "A primeira coisa que saiu da minha mente foi é um UFO". Outras sugestões incluíram um meteoro. A estação de notícias informou que a polícia também recebeu vários relatórios do padrão de luz estranha, mas nem eles nem o porta-voz da Marinha dos EUA contactado por KGMB sabia de qualquer operação que teria causado o evento. "Houve nada de anormal acontecendo a partir de nossa perspectiva, na época, "o major Julie Roberge com Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte disse KITV-TV. Posteriormente KGMB informou que uma base local estava planejando lançar um míssil de teste esta semana, então o padrão pode estar relacionado a esse evento. Um morador disse à emissora de notícias que realmente viu o míssil subir nesta hora. (Crédito da Imagem kgmb-tv.)
Agora coo sempre você decide, pois as fotos são impressionantes.

Veja o video abaixo:


Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/

quarta-feira, 21 de maio de 2014

F.E.M.A - Regiões em ALERTA, Cometa 209P LINEAR: 23 e 24 Maio de 2014

ALERTA: 23 e 24 maio, tempestade de meteoros,  esqueça mudança de pólos, definitivamente errado com os vídeos do sistema solar.
No entanto, outra distração para os problemas reais, por alguma razão cometas parecem captar a atenção de um monte de gente.
Esta é a razão para todas as preparações em FEMA Região Três.


Informações sobre o Cometa:

O Cometa 209P/LINEAR é um cometa periódico descoberto em 3 de fevereiro de 2004 através de um telescópio de 1 metro pertencente a Lincoln Near-Earth Asteroid Research (LINEAR)
Sua orbita é inclinada em 21 graus e completa uma volta ao redor do Sol a cada 5.4 anos.
Os resultados preliminares apontam que o 209P deverá passar próximo à Terra durante o mês de maio de 2014, o que poderá causar uma grande atividade meteórica associada na noite de 23-24 de maio de 2014. Estados Unidos e a parte sul do Canadá poderão ser os locais de melhor visibilidade do fenômeno.
Fonte informações sobre o cometa: http://pt.wikipedia.org/wiki/209P/LINEAR 
Veja os videos abaixo
 Fonte: http://ufosonline.blogspot.com.br/2014/05/fema-regioes-em-alerta-cometa-209p.html 


Pesquisas sobre mudanças climáticas mostra bolsões de aquecimento em todo mundo


A pesquisa mostra maior aquecimento no hemisfério norte, incluindo grande parte do Canadá



Nesta foto 19 de julho de 2007, um iceberg derrete na costa da Ammasalik, Groenlândia.Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade Estadual da Flórida mostra que o mundo está ficando mais quente, mas isso não está acontecendo no mesmo ritmo em todo o mundo.

O mundo está ficando mais quente, mas isso não está acontecendo no mesmo ritmo em todo o mundo, de acordo com a pesquisa por cientistas da Universidade Estadual da Flórida.

A pesquisa também sugere que o maior aquecimento está acontecendo em uma faixa do mundo, incluindo o Canadá.

A equipe de quatro cientistas usaram novas técnicas para medir as flutuações de curto e longo prazo na superfície terrestre e as temperaturas do ar a partir do ano de 1900 em diante.

Isto deixá-los mostrar, pela primeira vez em mais detalhes como as diferentes regiões do mundo têm diferentes taxas de aquecimento e, em alguns casos, o resfriamento.

A equipe do Centro de Estudos do FSU previsão Oceano-Atmosfera (COAPS) foi capaz de adicionar mais detalhes para que os cientistas já sabem sobre como a Terra está se aquecendo, disse Zhaohua Wu, um dos autores principais do estudo.
O aquecimento não uniforme

"Tentamos preencher as lacunas", disse Wu em uma entrevista por telefone com a CBC News.

"O que é importante é que não é uniforme."

O estudo, publicado na revista Nature Climate Change, mostra as tendências de aquecimento a partir de 1900 que começam no hemisfério norte no Ártico em latitudes entre 60 a 70 graus.

As tendências de aquecimento, em seguida, acelerar a partir de 1940 à década de 1970 e se espalhou para os trópicos do hemisfério sul, em seguida, desacelerar por volta de 1998.

Mas o aquecimento não é consistente e inclui áreas onde a mudança ocorre mais rapidamente, assim como bolsos ao sul do equador, perto da Cordilheira dos Andes, onde as temperaturas realmente resfriado.
Necessidades abordagem regional

A equipe compilou um mapa colorido de animação que ilustra claramentemudanças dramáticas na temperatura global .

Wu diz que este estudo mostra pela primeira vez a maior taxa de aquecimento é no meio-latitude do hemisfério norte em torno do paralelo 50.

No Canadá, essa é a faixa do país que se estende desde logo ao sul da fronteira com os EUA para meados de Hudson Bay.

Wu diz que a pesquisa ajuda a mostrar que o aquecimento global ainda está ocorrendo, mas inclui bolsões de resfriamento regional que podem explicar, em parte, a desaceleração média para baixo no aumento das temperaturas.

Ele diz que o valor desta informação é mostrar que os esforços humanos para lidar com as mudanças climáticas tem de ser feito a nível local, porque é assim que está ocorrendo.

"Isso mostra que a nossa resposta para mitigar a mudança climática global deve ser uma abordagem mais regional", disse Wu.


Fonte: http://www.cbc.ca/news/politics/climate-change-research-shows-pockets-of-warming-around-world-1.2648526

Fukushima - Operador encontra fonte de vazamento radioactivo


MOSCOU, 16 de maio (RIA Novosti) - Tokyo Electric Power (TEPCO) tem, pela primeira vez rastreou a fonte de vazamentos de água radioativa na usina nuclear de Fukushima aleijado, Kyodo News informou sexta-feira.

Especialistas da TEPCO inspecionando o recipiente de armazenamento danificado com uma câmera na quinta-feira encontrou um conjunto de tubos de água que tinha sido vazando desde janeiro.

Muito provavelmente o vazamento ocorreu porque o nível de água no recipiente foi maior do que na área onde os tubos penetrar, disseram funcionários da TEPCO.

Em janeiro, a Tepco descobriram que a água estava derramando um dreno no primeiro andar do edifício de Fukushima Reactor Number 3.

TEPCO continua às voltas com o problema de armazenamento de água contaminada, com cerca de 450 mil toneladas de água altamente radioativa sendo armazenados em instalações e tanques subterrâneos de Fukushima. Especialistas dizem que cerca de 15.000 toneladas, também está sendo realizada em um túnel de serviço. De acordo com estimativas recentes, até 400 toneladas de água contaminada da usina danificada está vazando para o Oceano Pacífico a cada dia.

Em um esforço para evitar uma maior irradiação, a Tepco adotou um plano para retirar as águas subterrâneas a partir da planta. A água é mais tarde a ser enviado para análise que irá determinar se o seu nível de radioatividade é baixo o suficiente para ser eliminados de modo seguro despejando no oceano.

O de dumping permitirá ao operador para reduzir o acúmulo de água radioativa na usina de 100 toneladas por dia.

Em agosto passado viu o pior vazamento de água radioativa na usina de Fukushima aleijado desde o desastre de 2011, depois de 300 toneladas de água com níveis de estrôncio igualando 80 milhões de becquerel por litro vazaram de um reservatório de armazenamento para o Oceano Pacífico. O vazamento foi então classificado como um incidente nível três na escala Nuclear Evento Internacional (INES).

Em março de 2011, o Japão foi atingido por um enorme terremoto de magnitude 9,0 e subsequente tsunami, que provocaram mais de 15 mil vidas e causando uma série de explosões na usina de Fukushima.

No que foi apelidado pior desastre nuclear do mundo desde Chernobyl, três dos reatores da usina sofreu uma fusão parcial como radiação vazou para a atmosfera, solo e água do mar.
 
Fonte: http://en.ria.ru/world/20140516/189867306/Fukushima-Operator-Finds-Source-of-Radioactive-Water-Leak.html

Plano para se acabar com a Internet está mais vivo que nunca

O plano para acabar com a Internet é Descoberto10 maneiras como a liberdade da rede mundial de computadores está sendo desmontadaPaul Joseph Watson & Alex Jones

A Internet surgiu como a ferramenta mais poderosa da liberdade individual, uma vez imprensa de Gutenberg, proporcionando milhares de milhões de pessoas em todo o mundo não só a ferramenta de comunicação instantânea, mas o acesso a uma riqueza de informações libertadora, a liberdade das correntes do consenso recebido, ea oportunidade para tornar-se a sua própria plataforma de mídia.



Image: Protesto Internet (Wiki Commons).

Isso representa uma ameaça cada vez maior para o status quo da elite, razão pela qual o establishmet está trabalhando febrilmente para desmantelar a liberdade concedida pela rede mundial de computadores, na sua forma atual a todos.

1) A morte de Net Neutrality
A Comissão Federal de Comunicações (FCC) recentemente deu a luz verde para grandes provedores de Internet para a criação de um sistema de Internet de dois níveis que permitirá as grandes corporações para comprar banda mais rápida dedicado, terminando a neutralidade da rede e potencialmente deixando pequenos sites na poeira.
Se aprovada esta permitirá que o "televization" da Internet, resultando em grandes empresas formando monopólios e restringir a escolha do consumidor.
"[S] empresas Maller que não têm dinheiro para pagar por uma entrega mais rápida, provavelmente enfrentam obstáculos adicionais contra rivais maiores. E os consumidores podiam ver um efeito trickle-down de preços mais altos como sites tentam repassar novos custos de fazer negócios com fornecedores de serviços de Internet ", relata o Washington Post.
Por quase uma década, temos alertado sobre planos para criar uma "Internet 2 ' em que o velho Internet seriam deixados a desmoronar-se e morrem, eviscerando a rede mundial de computadores como uma ferramenta de liberdade de expressão que permite que as vozes independentes para ser ouvido entre os cacofonia de propaganda corporativa e estatista.

2) agências de inteligência estão Manipulando a Internet com desinformação deliberada
Documentos recentemente divulgados pelo denunciante Edward Snowden confirmam que as agências de inteligência ocidentais estão deliberadamente inundando a web com a desinformação, a fim de "injetar todos os tipos de material falso para a internet, a fim de destruir a reputação de suas metas."
Estas técnicas têm a intenção de "controle, infiltrar, manipular e deformar discurso on-line", que tem o efeito de "comprometer a integridade da própria internet", segundo o jornalista Glenn Greenwald.

3) Os governos estão pagando Trolls para influenciar a opinião pública
Em 2010, do Canadá CTV News informou sobre a forma como as autoridades federais foram as empresas de pagar a "desinformação correto" em fóruns na web.
” Os governos turcos, israelenses e chineses, juntamente com uma série de outros também têm implementado programas similares, enquanto que a Força Aérea dos EUA contratou empresa de segurança HBGary dados para criar um grande número de perfis de mídia social falsos que poderiam ser usados ​​para espalhar propaganda na luta contra o anti-EUA retórica online. Raw História relatou que a função óbvia do programa era o de "manipular a opinião pública sobre as principais informações, tais como relatórios de notícias", criando, assim, "a ilusão de consenso."

4) Notícias Mainstream em Sites estão acabando com Comentários em suas Seções
Embora este continua a ser um fenômeno relativamente raro, um número crescente de sites de notícias tradicionais estão matando ou severamente restringindo as seções de comentários, a fim de abafar as vozes dissidentes que desafiam o status quo vigente.
Estudos confirmam que as seções de comentários do artigo - para melhor ou pior - são fortemente balançando a opinião pública. Popular Science anunciou recentemente a sua decisão de matar seções de comentário em seu site, a fim de silenciar os céticos do aquecimento global. BoingBoing.net está seguindo um caminho similar. The New York Times also recently indicated that it is scaling back comments and removing them from some articles altogether. O New York Times também indicou recentemente que está reduzindo comentários e removê-los a partir de alguns artigos completamente.
O esforço para matar comentários é parte do esforço desesperado da mídia establishment de ditar a realidade e manter um controle sobre a fabricação de consenso na face de uma florescente imprensa independente e à Internet como um veículo da liberdade de expressão em geral. 
5) "Infiltração Cognitiva" da Administração Obama na Internet

Em 2010, um programa da Casa Branca foi revelado que centrada em torno de infiltrar grupos de conspiração para minar-los através de postagens em salas de chat e redes sociais. Professor de direito de Harvard Cass Sunstein, nomeado de Obama para chefiar o Gabinete de Informação e Assuntos Regulatórios, liderou essa "infiltração cognitiva" da web e foi anunciando seu sucesso desde então.
Sunstein salientou que simplesmente ter pessoas no governo a refutar as teorias da conspiração não iria funcionar porque eles são inerentemente não confiável, tornando-se necessário, "recruta funcionários não-governamentais no esforço para refutar as teorias."
” Sunstein sugeriu que "agentes do governo (e seus aliados) podem entrar nas salas de bate-papo, redes sociais on-line, ou mesmo grupos de espaço real e tentar minar a percolação teorias de conspiração ao levantar dúvidas sobre suas premissas factuais, a lógica causal ou implicações para a ação política."

6) Ataques de Falsas Bandeiras a segurança cibernética como um pretexto para aumentar a regulamentação Web
Embora repetindo constantemente a necessidade de regulamentos restritivos de segurança cibernética para ser aplicados à Internet em nome da prevenção de ataques cibernéticos, os Estados Unidos tem-se por trás de todos os últimos grandes ataques cibernéticos.
Depois de Alex Jones apontou o dedo para Washington e Tel Aviv por estarem atrás de Stuxnet durante a 27 de setembro de 2010 transmissão , os gostos de CNN, The Economist e outros seguiram-se ridicularizando a reivindicação como uma teoria da conspiração sem fundamento. Meses mais tarde, em janeiro de 2011, o New York Times relatou , "os serviços de inteligência israelenses EUA e colaboraram para desenvolver um worm de computador destrutivo para sabotar os esforços do Irã de fazer uma bomba nuclear", reconhecendo a "teoria da conspiração" para ser verdade.
Como o Washington Post relatou, os Estados Unidos e Israel também foram responsáveis ​​por desenvolver conjuntamente o vírus Flame.
Aparecimento do Stuxnet foi articulados por uma campanha de relações públicas agressivo durante o qual Joe Lieberman e outros chamados para o governo para ser autorizado a "desconexão partes de sua Internet em caso de guerra", assim como a China fez. O que Lieberman não mencionou é o fato de que o programa de censura da Internet da China foi e continua a ser em torno de esmagamento dissidência contra o Estado e não tem nada a ver com a segurança cibernética. 
7) Doutrina para a Internet

Enquanto trabalha para acabar com a neutralidade da rede, a Comissão Federal de Comunicações também está servindo para facilitar a implementação de algo parecido com a doutrina da equidade para a Internet.
De acordo com Tim Cavanaugh , sob um plano intitulado "Estudo da Informação crítica Multi-Mercado e necessidades" O regulador de ondas sujeitaria produtores de notícias em todos os meios ao questionamento invasivo sobre o seu trabalho e conteúdo ", um movimento que poderia levar ao policiamento de conteúdo político na web.
Embora o estudo foi amplamente ridicularizado na mídia e agora parece ter sido prejudicada, o fato de que a FCC está buscando esses programas ilustra o desprezo dos federais para a liberdade de expressão na Internet.

8) Alternar Internet com a morte de Segurança Interna
Enquanto temores de uma morte súbita pelo governo para a Internet ter sido debatido há anos, sob Procedimento Operacional Padrão 303 ou 303 SOP , o Departamento de Segurança Interna dotou-se o poder de supervisionar "a terminação de conexões de rede sem fio privadas, tanto dentro de uma localizada área, tal como um túnel ou uma ponte, e dentro de toda a área metropolitana, "em caso de uma emergência declarada.
Ao grupo de direitos de privacidade Electronic Privacy Information Center tentou obter mais informações sobre o plano no ano passado, o DHS alegou que não conseguiu localizar mais detalhes sobre o programa.
” A Casa Branca também ainda afirma que ele mantém poderes para acabar com a Internet sob a lei que criou a Comissão Federal de Comunicações, em 1934. Esta lei estabelece que se um "estado de perigo público ou desastre ou outra emergência nacional" existe, o presidente pode "autorizar o uso ou controle de qualquer estação ... ou dispositivo ".

9) novos impostos e regulamentos estabelecidos para colocar de joelhos a Comunicação e Vendas na Web
Uma nevasca de novos impostos e regulamentos poderá anunciar "a data de validade da liberdade na Internet", de acordo com um recente pedaço Wall Street Journal , que aponta para os esforços dos legisladores para enfraquecer a Internet Tax Freedom Act, a fim ", para punir todos os consumidores da net com novos impostos sobre comunicação. "
Lobistas para varejistas gigantes estão inclinando-se sobre o Congresso para capacitar 9.600 alguns governos estaduais e municipais com mais autoridade sobre e-commerce, incluindo um imposto e-mail, que poderá dissuadir milhões de americanos de se comunicar online.

10) SOPA, CISPA e do FBI Internet Backdoor
Assaltos legislativos sob a bandeira da SOPA e CISPA, que foram avançados em nome de parar roubo de direitos autorais on-line, mas foram derrotados quando se descobriu que eles estavam realmente concebido para impor censura e vigilância na Internet opressiva, continuará a ser avançado por aqueles que procuram centralizar o poder através da web em cada vez menos mãos no topo da pirâmide.
Além disso, a tentativa do FBI para alterar a Assistência Communications 1994 para o ato da aplicação da lei, a fim de construir backdoors em todos os Provedores de Serviços de Internet, clientes de email e sites de mídia social, é mais um esforço para esfriar a liberdade de expressão por doutrinando as pessoas com a noção de que tudo o que eles fazer on-line está sendo permanentemente vigiado e gravado, tornando-os menos propensos a expressar as suas liberdades devido a temores de opressão oficial.

Endgame
O fim do jogo final para a tentativa de matar o Internet tal como a conhecemos, sem dúvida gira em torno de um plano para criar um sistema de identificação universal da Internet, recentemente introduzido pela Casa Branca , o que acabará por se transformar em uma licença de fato para se usar a rede mundial de computadores . Este seria capacitar o Estado a retirar qualquer um que se comporta mal do "privilégio" de usar a Internet e, assim, instituir a permissão do governo para se acessar a web.

Apenas por se opor agressivamente a essas ameaças onerosas para a liberdade da Internet é que podemos esperar para preservar a world wide web, em sua encarnação atual e continuar a ver as pessoas informadas e capacitadas em todo o mundo abraçá-lo como ferramenta de libertação individual que tornou-se verdadeiramente.

Fonte: http://www.prisonplanet.com/







terça-feira, 20 de maio de 2014

Mudanças climáticas - Ciclones estão migrando em direção aos polos


Mudanças climáticas: Ciclones tropicais estão migrando em direção aos polos, alertam cientistas

Essa tendência pode estar associada a mudanças climáticas e coloca em risco regiões antes não afetadas pelo destrutivo fenômeno climático.

Segundo pesquisadores norte americanos, os ciclones têm se afastado mais de 50 quilômetros do Equador a cada década.

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Mudanças climáticas: Ciclones tropicais estão migrando em direção aos polos, alertam cientistas

© 2014 Deutsche Welle – Por Luisa Frey - Data 16.05.2014

Fonte: http://dw.de/p/1C1Fu

A zona de ocorrência de ciclones tropicais está se afastando cada vez mais do Equador e avançando em direção aos polos, afirmam pesquisadores americanos. De acordo com um estudo publicado esta semana na revista científica Nature, os ciclones estão ameaçando locais antes considerados seguros e onde há grande concentração populacional, como as costas dos oceanos Pacífico e Índico.



Ciclone tropical é um termo genérico para esse fenômeno meteorológico que causa muita destruição, dependendo de sua localização geográfica e de sua intensidade, os ciclones tropicais podem ganhar várias outras denominações, tais como furacão, tufão, tempestade tropical, tempestade ciclônica, depressão tropical ou simplesmente ciclone.

“Descobrimos que os trópicos estão se tornando menos favoráveis para os ciclones tropicais, enquanto as latitudes mais altas estão ficando menos hostis a eles. Assim, o risco pode ser maior em áreas do Japão e da Coreia do Sul e menor em regiões no sul das Filipinas”, exemplificou Jim Kossin, pesquisador do Centro a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês) e um dos autores do estudo.

Segundo os pesquisadores, as causas dessa alteração não são claras, mas há indícios de que a tendência possa estar associada a fatores que contribuíram para as mudanças climáticas, como a queima de combustíveis fósseis.

O estudo indica que, nos últimos 30 anos, os ciclones tropicais – também chamados de furacões ou tufões – afastaram-se mais de 50 quilômetros do Equador a cada década. Os cientistas verificaram que, no hemisfério Norte, os ciclones tropicais migraram, em média, 53 quilômetros por década em direção ao Ártico e, no hemisfério Sul, 62 quilômetros em direção à Antártica.



Faixa de ocorrência de ciclones tropicais: Dependendo da sua localização geográfica e da sua intensidade os ciclones tropicais podem ser designados por: depressão tropical, tempestade tropical, furacão (no Oceano Atlântico), ciclone no Índico) ou tufão (no Pacífico). Para que se forme um furacão é necessário que haja liberação de calor pela condensação de vapor de água a altitudes elevadas. Os ingredientes para um ciclone tropical incluem oceanos tropicais com temperatura superior a 26°C, umidade e ventos relativamente fortes nas regiões mais altas da atmosfera. Se as condições certas persistirem por muito tempo, elas podem se combinar para produzir os ventos violentos, ondas de grande amplitude, chuvas torrenciais, inundações e muita destruição por onde passa.

Tais conclusões foram tiradas a partir de informações de satélites coletadas entre 1982 e 2012. Entretanto, para Kossin, a migração em direção aos polos pode ter começado antes da década de 1980.

Impacto no volume de chuvas

Segundo os pesquisadores, esta foi a primeira vez em que foi possível estudar a ocorrência de ciclones tropicais em longo prazo. Além disso, enquanto outros estudos analisaram a intensidade e a frequência do fenômeno, este é o primeiro focado na localização geográfica e nos períodos de pico.

Com a migração para latitudes mais elevadas, os riscos de destruição causada por ventos fortes e inundações decorrentes de ciclones tropicais seriam reduzidos em regiões próximas ao Equador. Por outro lado, a alteração poderia ter um impacto no volume de chuva dessa região – relacionado a esses fenômenos naturais – e levar à escassez de água.

Segundo o pesquisador do NOAA Gabriel Vecchi, não é possível afirmar com certeza se essa migração em direção aos polos é causada pelo aumento de gases no efeito estufa na atmosfera ou pelo buraco na camada de ozônio.



Os grandes ciclones têm um “olho” que é normalmente o centro do furacão, um espaço tranquilo, livre de nuvens, tem forma circular e pode ter um diâmetro de 8 a 200 km. Em fenômenos menores e mais fracos não se nota o “Olho”.

Mas esse deslocamento dos ciclones ocorreu no mesmo ritmo da expansão de regiões tropicais, atribuída em outros estudos às mudanças climáticas, causadas pelo homem, segundo Vecchi. Além disso, Kossin e seus colegas afirmam que o aquecimento global alterou a circulação de ar nos trópicos, que influencia a ocorrência de ciclones.

A tendência de migração dos ciclones é maior no Pacífico Norte e Sul e na porção sul do oceano Índico, segundo os pesquisadores. Não há evidência de alterações no norte do Atlântico e do Índico ou de qualquer mudança na frequência global dos ciclones.

Fonte: http://www.thoth3126.com.br/

Campo magnético do Sol está mais fraco e se invertendo



Dados gerados pelo Laboratório Solar de Wilcox, indicam que o aguardado processo de reversão do campo magnético solar está em andamento e também revelam que a intensidade do fluxo magnético recente é quase a metade ao do século passado.

Clique para ampliar Observações feitas por cientistas estadunidenses em 2013 indicavam que o campo magnético do Sol se inverteria totalmente até o final daquele ano, com possíveis efeitos em cascata em todo o Sistema Solar. A afirmação estava baseada em dados coletados desde janeiro de 1976 nas regiões polares do Sol.

Agora, passados cinco meses desde o início de 2014, os dados coletados pelo Laboratório Solar de Wilcox, WSO, mostram que esse processo de reversão magnética ainda está em andamento e deve se concretizar nos próximos meses.
Em entrevista concedida por e-mail ao Apolo11, o físico solar Todd Hoeksema, ligado á Universidade de Stanford, nos EUA e diretor do WSO, informou que o processo não ocorre de forma abrupta. Segundo ele, os novos campos magnéticos que se deslocam das latitudes baixas em direção aos polos se misturam com os campos antigos. Isso faz com que a polaridade nas regiões limítrofes equatoriais se invertam antes das regiões polares.
"Algumas vezes o campo magnético polar se inverte mais de uma vez e isso parece estar acontecendo neste momento no hemisfério norte. Isso foi observado na metade de 2012 e parece estar ocorrendo outra vez em 2014", disse Hoeksema.



Clique para ampliar O pesquisador também explicou que devido à inclinação da orbita solar não é possível coletar dados sempre da mesma região e isso se reflete nas grandes variações anuais observadas nas plotagens dos gráficos.
"Se você observar apenas a plotagem referente à região norte verá inversões temporárias por volta do ano de 2010, mas a média de longo prazo não se inverteu até o verão de 2012. Ao que parece o polo sul se inverteu em junho passado, mas essa reversão ainda não está totalmente caracterizada", explicou o cientista.
Essas conclusões podem ser observadas no gráfico acima, onde a linha negra mais sólida representa a média suavizada dos hemisférios solares norte e sul.


Consequências

À medida que o Sol gira, seu campo magnético induz uma corrente elétrica de alguns bilionésimos de amperes por metro quadrado que se estende por uma extensa área projetada a partir do equador solar chamada "esteira de corrente". Apesar da intensidade ser pequena, a corrente flui através de uma região de 10 mil km de espessura e milhares de quilômetros de largura.
Durante a inversão de campo magnético, a esteira se torna muito ondulada e na medida em que a Terra orbita o Sol, todo o planeta mergulha para dentro e para fora dessa estrutura, o que pode provocar poderosas tempestades geomagnéticas na Terra.

Diminuição do Campo Magnético

Embora não tenha sido comentado pelo pesquisador, os dados observados e fornecidos pelo WSO mostram que entre dezembro de 2000 até dezembro de 2013, a intensidade do fluxo magnético solar durante os momentos máximos é praticamente a metade daquele observado entre 1976 e 2000.
Enquanto no século passado os picos atingiram diversas vezes entre 1.5 e 2.0 Gauss, nos últimos 14 anos raramente ultrapassaram 0.8. Como as medições começaram apenas em 1976 isso não deve ser visto como uma tendência de enfraquecimento do fluxo magnético até que mais dados sejam coletados nos próximos anos.
Artes: No topo, Sol registrado na manhã de 16 de maio de 2014 na cidade de São Paulo. na Sequência, gráfico elaborado pelo Laboratório Solar de Wilcox mostra o comportamento do campo magnético solar. A linha pontilhada vermelha representa o fluxo do hemisfério sul solar enquanto a linha fina cinza, o hemisfério norte. A linha azul mostra a média entre os dois hemisférios e a linha solida a média suavizada. Acima, explicação mais detalhada sobre o processo da reversão.

Fonte: apolo11.com

São Paulo - Tempestade de granizo foi uma das maiores da história

Embora as tempestades de granizo sejam comuns nesta época do ano, o intenso temporal que caiu ontem na cidade vai deixar marcas, principalmente pela intensidade e velocidade do evento, com poucos precedentes similares na história da cidade.


A tempestade de granizo ocorreu às 16h30 e atingiu diversos pontos da cidade, em especial os bairros centrais de Vila Mariana, Aclimação e Cambuci, onde os volumes acumulados de gelo em algumas áreas ultrapassaram 60 centímetros em locais planos.

A granizada veio acompanhada de um intenso temporal que durou cerca de uma hora e meia. Por outro lado, o gigantesco volume de granizo precipitou em tempo muito menor, causando destelhamentos e desfolhamentos em massa, transformando as ruas de diversos bairros em uma paisagem branca e esverdeada que lembrava cenas do inverno europeu.

Imagens das câmeras de monitoramento do tempo do Apolo11 registraram com precisão o momento da tempestade e revelam que o temporal de gelo durou cerca de cinco minutos, suficientes para transformar o vermelho e cinza dos telhados e coberturas em um intenso branco.



A tempestade ocorrida neste domingo tem poucos precedentes na história de São Paulo.

De acordo com o meteorologista Adilson Nazário, ligado ao Centro de Gerenciamento de Emergências de São Paulo, CGE, devido à forma como se desenvolveu o episódio merece uma análise mais detalhada. No entanto, Nazário destacou que em 12 fevereiro de 2004 tivemos um evento muito parecido ocorrido na região de Parada de Taipas.

"O outro evento, no meu entendimento, e salvo melhor juízo, foi maior que o de Taipas e até mesmo o de hoje (domingo). Foi no dia 22 de setembro de 2010, no início da primavera, na cidade de Guarulhos. Foi fenomenal. O gelo demorou vários dias até derreter totalmente", disse o especialista.

A meteorologista Camila Martins, da Climatempo Meteorologia também lembrou do episódio de Guarulhos, cidade vizinha à capital. "Naquela ocasião a TV ficou mostrando a "neve" por um tempão, mas o episódio de hoje Foi muito granizo mesmo e em quase toda cidade. Fiquei impressionada", disse Camila.

Outro evento de grande intensidade ocorreu em 1994 e foi lembrado pela meteorologista Patricia Madeira, chefe da área de previsão do tempo da Climatempo. "O gelo demorou mais de 14h para derreter na lateral do parque da Aclimação (local também atingido neste domingo). Foi muito semelhante a este, mas não em toda a cidade", explicou Madeira.

Artes: no topo, Apolochannel apresenta informações sobre a tormenta. Acima, moradores da Aclimação fazem festa com bonecos de gelo ao lado parque. Créditos: Apolo11.com.

Fonte: apolo11.com

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Antártida - Enorme colapso da camada de gelo, os cientistas alarmados com o aumento do nível do mar



Esta foto sem data apostila fornecida pela Nasa mostra o Glacier Thwaites no oeste da Antártida. Dois novos estudos indicam que parte da enorme placa de gelo da Antártida Ocidental está começando um colapso lento de uma forma imparável. Alarmado cientistas dizem que significa ainda mais a elevação do nível do mar do que eles imaginaram.

A enorme camada de gelo da Antártida Ocidental está começando um colapso é lento de uma forma imparável, dois novos estudos. Alarmado cientistas dizem que significa ainda mais a elevação do nível do mar do que eles imaginaram.

Os resultados preocupantes não será visto em breve. Os cientistas estão falando de centenas de anos, mas durante esse tempo o derretimento que começou poderia eventualmente acrescentar 1,2-3,6 metros do nível do mar atual.

Um estudo da NASA olhando para 40 anos de dados de satélite sobre o que os pesquisadores chamam de "o ponto fraco da Antártida Ocidental" mostra o derretimento está acontecendo mais rápido do que os cientistas haviam previsto, atravessando um limiar crítico que iniciou um processo de dominó semelhante solo, avião e.

"Isso parece estar acontecendo rapidamente", disse o glaciologista da Universidade de Washington Ian Joughin, autor de um estudo. "Nós realmente estamos testemunhando os estágios iniciais."

É provável que por causa do aquecimento global provocado pelo homem eo buraco de ozono, que mudaram os ventos da Antártida e aqueceu a água que corrói os pés do gelo, os pesquisadores disseram em entrevista coletiva NASA segunda-feira.


Um mapa é um mapa de sua alta resolução de plataforma de gelo desbaste de Thwaites Glacier.

"O sistema está em uma espécie de reação em cadeia que é imparável", disse o glaciologista NASA Eric Rignot, principal autor do estudo da NASA na revista Geophysical Research Letters."Cada processo nesta reacção é a alimentação da próxima."

Limitar as emissões de combustíveis fósseis para reduzir a mudança climática provavelmente não vai deter o derretimento mas pode diminuir a velocidade do problema, disse Rignot.

Rignot, que também é um cientista da Universidade da Califórnia, Irvine, e outros cientistas disseram que a "linha de terra", o que poderia ser considerado uma barragem que impede o recuo dos glaciares tem sido essencialmente violada. A única coisa que poderia parar o retiro na região de baixa altitude é uma montanha ou colina e não há nenhuma. Outra maneira de pensar sobre isso é como o vinho que flui de uma garrafa uncorked horizontal, disse ele.

Rignot olhou para seis geleiras da região, com concentração especial no glaciar Thwaites, do tamanho do Novo México e Arizona combinado. Thwaites está tão ligado às outras geleiras que ajuda a perda de gatilho em outro lugar, disse Joughin, cujo estudo foi divulgado segunda-feira pela revista Science.

O estudo de Joughin utiliza simulações de computador e conclui "o colapso em estágio inicial já começou." Rignot, que usou dados que mostraram uma velocidade de até de derreter desde os anos 1990, disse que a palavra "colapso" pode implicar muito rápido uma perda, seria mais o início de um colapso em câmera lenta e "não podemos pará-lo."

Vários especialistas externos na Antártida elogiou o trabalho e disse que eles também estavam preocupados.

"É uma má notícia. É uma virada de jogo ", disse Ted Scambos, cientista chefe do Snow and Ice Centro Nacional de Dados, que não fazia parte de nenhum dos estudos. "Pensávamos que tínhamos um tempo para esperar e ver. Começamos por um processo que sempre disse foi a maior preocupação e maior risco de Antártica Ocidental. "

O estudo Rignot vê, eventualmente, 1,2 metros de elevação do nível do mar a partir da fusão. Mas poderia desencadear vizinha perda camada de gelo que poderia significar um total de 3,6 metros de elevação do nível do mar, o estudo na revista Science, disse, e Rignot concordou.

Os recentes relatórios do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas não incluem derretimento da Antártida Ocidental ou Greenland em suas projeções e isso significaria aumento muito mais do nível do mar, disse Sridhar Anandakrishnan, professor de geociências na Universidade Estadual da Pensilvânia.Isso significa que o aumento do nível do mar até o ano de 2100 é provável que seja cerca de três metros, disse ele.

Mesmo quando a camada de gelo da Antártida Ocidental está derretendo, o bem maior camada de gelo do leste da Antártida parece estável porque é mais frio, disse Scambos.

Estudos de mudanças climáticas mostram a Antártida é um continente complexo na forma como ela reage. Por exemplo, no mês passado níveis de gelo do mar da Antártida - e não o gelo no continente - atingiu um recorde em quão longe eles estendida. Isso tem pouca ou nenhuma relação com a camada de gelo mais fundamental maior, Scambos e outros cientistas dizem.

Fonte: http://news.nationalpost.com/2014/05/12/huge-antarctic-ice-sheet-collapsing-alarming-scientists-about-sea-level-rise/

terça-feira, 13 de maio de 2014

Yellowstone: Erupção levaria a evacuação dos EUA para o Brasil

O governo dos EUA estaria trabalhando em um secreto plano de evacuação em massa caso o mega vulcão de Yellowstone entrar em erupção?

Milhões de cidadãos norte-americanos poderiam acabar se mudando para o BRASIL, Austrália e Argentina se o mega vulcão de Yellowstone entrar em erupção plena, hipótese que vem sendo cada vez mais defendida de estar próxima de acontecer.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com
Os teóricos da conspiração afirmam que os cidadãos norte-americanos sobreviventes poderiam ser realocados para a Austrália, BRASIL e na Argentina
Última grande erupção foi há 70 mil anos atrás
O Mega vulcão poderia ser reclassificado como ‘extinto’ – apesar de que recentemente pesquisadores reverem seu tamanho que seria de fato 2,5 vezes maior do que eles imaginavam

Fonte: http://www.dailymail.co.uk

Ao DAILY MAIL REPORTER

PUBLICADO EM: 19:24 GMT, 8 de maio de 2014 | ATUALIZADO: 21:39 GMT, 08 de maio de 2014

O Site de notícias Sul-Africano Praag afirma que foi oferecido US$ 10 bilhões por ano ao Congresso Nacional Africano, durante 10 anos, para se construir abrigos temporários para os norte americanos em caso de uma erupção em Yellowstone, como parte dos planos de contingência que está sendo elaborado pelo governo dos EUA.



Área de grande beleza natural: A gigantesca caldeira do vulcão de Yellowstone (circulado em vermelho) em Wyoming é o maior super-vulcão do mundo.

Blogueiros e teóricos da conspiração passaram semanas debatendo os planos, uma vez que foi reivindicada que os animais selvagens estão fugindo da área (veja vídeo abaixo) demonstrado em vídeo – mesmo que os guardas do parque tenham dito, que de fato, eles estavam com medo dos turistas.

O deslocamento dos animais foi descrito como porque: “Era um dia primaveril e eles estavam brincando. Ao contrário dos relatórios on-line, é uma ocorrência natural e não o fim do mundo “, disse o porta-voz do parque Amy Bartlett.

Se o maior vulcão do mundo entrar em erupção, grande parte dos EUA seria deixado completamente encoberto por cinzas vulcânicas. No entanto, os pesquisadores dizem que não há sinais de uma erupção iminente.

Bufalos selvagens abandonando a área do vulcão em gravação recente na região:

“A chance de isso acontecer em nossas vidas atuais é extremamente insignificante”, disse Peter Cervelli, diretor associado de ciência e tecnologia no U.S. Geological Survey’s (USGS) Volcano Science, na Califórnia.



Um estudo recente do maciço supervulcão sob o Parque Nacional de Yellowstone nos EUA – que os investigadores realizaram no local recentemente determinou que o tamanho do vulcão era de 2,5 vezes maior do que eles pensavam – e realmente ele poderia em breve estar extinto.

Os pesquisadores analisaram a água e o gás da região, e concluíram que ele já poderia estar em seu “leito de morte”(à beira da extinção).
ERUPÇÕES ANTERIORES

De acordo com o Serviço Geológico dos EUA, houve três grandes erupções do supervulcão de Yellowstone, nos últimos milhões de anos. A primeira foi cerca de 2,1 milhões de anos atrás, a segunda ocorreu 1,3 milhões de anos atrás e a última grande erupção foi em torno de 640 mil anos atrás.



No super vulcão de Yellowstone e alguns outros vulcões, alguns cientistas acreditam que acontecem fraturas e rachaduras em um padrão concêntrico ou anel-fractura na crosta da Terra. Em algum momento essas rachaduras chegam até ao reservatório de magma, liberando a pressão, e o vulcão explode. A enorme quantidade de material liberado faz com que o vulcão entre em colapso em uma enorme cratera, uma caldeira.

De acordo com Ken Sims, da Universidade de Wyoming, as amostras de ar e água retiradas do maior vulcão do mundo sugerem que ele poderia estar se extinguindo. A equipe analisou a acidez em amostras de água e de radon no ar como parte de seu estudo sobre a condição do vulcão de Yellowstone.



O Geiser Old Faithful em erupção, expelindo água fervente no Parque Nacional de Yellowstone no inverno: Os pesquisadores agora dizem que o supervulcão gigante sob o parque poderia estar se extinguindo.

Eles também analisaram como a água e o gás se misturam e como se levantam do chão em uma tentativa de melhorar os métodos de erupções prevendo e identificando as áreas mais voláteis do parque. No momento, o vulcão de Yellowstone é classificado como dormente, não tendo sofrido erupção nos últimos 70.000 anos.

Se ele se tornar um vulcão extinto, ele nunca vai entrar em erupção novamente. No início de novembro do ano passado, uma equipe de pesquisadores da Universidade do Wyoming liderados por Sims espalharam lonas no chão coberto de neve perto de terraços brancos fora da área de Mammoth Hot Springs, onde piscinas de águas quentes são empilhadas sobrepostas como pequenas montanhas cheias de água cristalina.



Mammoth Hot Springs é um grande complexo de águas termais em uma colina de travertino em Yellowstone National Park ao lado do Fort Yellowstone eo Historic District Mammoth Hot Springs . Ele foi sendo criado ao longo de milhares de anos na medida que a água quente da primavera é refrigerado e depositado carbonato de cálcio (mais de duas toneladas flui em Mammoth a cada dia em uma solução). Embora essas fontes estejam fora dos limites da caldeira vulcânica, a sua energia tem sido atribuída ao mesmo sistema magmático que alimenta outras áreas geotérmicas do supervulcão de Yellowstone. Nenhuma árvore ou vegetação resiste e morre neste local.

Sims estava estudando o quão rápido a água e o gás se misturam à medida que sobem para a superfície. Sua pesquisa pode vir a ajudar os cientistas a entender o que causa as erupções de vapor.

Se eles sabem como o vapor de água sobe rápido e interage no parque, eles podem prever melhor quando uma área se tornará mais volátil. Apesar dos receios de que o supervulcão possa ser extinto, o parque continua sendo um dos laboratórios de pesquisa mais importantes do mundo, atraindo cientistas de renome internacional que estudam tudo, desde terremotos para as origens da vida para o poder escondido sob o solo desse vulcão.

‘Yellowstone está tão acima em várias áreas de muitas maneiras, que às vezes ele grita para você a resposta que está acontecendo em outros lugares “, disse Jacob Löwenstern, cientista responsável pelo Observatório de Vulcões Yellowstone. O parque original tem 40 quilômetros de extensão em lama de rocha derretida e cristal do primeiro parque nacional criado no país.



Emerald Spring Pool, com água quente (cerca de 85º C), na Basin Black Sand, no parque nacional de Yellowstone – e que os pesquisadores dizem que nunca pode entrar em erupção novamente…

Em vez de um único cone com um furo, a caldeira do vulcão é um labirinto interligado de gás e água cobrindo quase 60 quilômetros do canto noroeste do estado do Wyoming, junto com partes dos estados de Montana e Idaho.

Mais de 10.000 pontos de barro em ebulição, rios com águas ferventes e gêiseres agindo como válvulas de liberação de pressão da natureza, mantendo o super vulcão monstro aquecido evitando que ele exploda.

E tudo se move. Mammoth Terraces, na porção norte do parque, podem crescer verticalmente até 3 metros por ano e se estender horizontalmente ainda mais longe. Nascente de água dissolve calcário sob a superfície; CO2 evapora e deixa para trás o carbonato de cálcio branco.



Este mapa do Serviço Geológico dos EUA mostra a gama de cinzas vulcânicas que foi depositado após os três enormes erupções ao longo dos últimos 2,1 milhões de anos. Alega-se que já existam planos de contingência em caso de uma nova erupção que poderia incluir a mudança de milhões de norte americanos para outros países,inclusive o BRASIL.

Os terraços são construidos até suas aberturas se entupirem e a pressão dos gases forçar um ponto mais fraco para se abrir em outro lugar. “O calor do vulcão Yellowstone é o que impulsiona o sistema hidrotérmico”, disse Henry Heasler, geólogo do parque. ”Ele fica quente e sobe, e a câmara de magma, ou reservatório, está a uma profundidade relativamente rasa. (n.t. e os cientistas dizem que tudo isto pode estar acontecendo em um supervulcão que estaria à beira da extinção??).

Fontes: http://thoth3126.com.br/supervulcao-de-yellowstone-e-25-vezes-maior-do-que-se-pensava/http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
http://thoth3126.com.br/super-vulcao-em-yellowstone-pode-destruir-os-eua/
http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
http://thoth3126.com.br/yellowstone-forte-tremor-no-super-vulcao
http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/







LinkWithin

´ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...