Isso É O Fim

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Futura devastação dos Estados Unidos com Tsunamis


O Futuro dos EUA (e do planeta), por Ned Dougherty

“Emmanuel, através de Chico Xavier, respondendo a uma entrevista já publicada em livro nos diz que as profecias são reveladas aos homens para não serem cumpridas. Que elas são na realidade um grande aviso espiritual para que nos melhoremos e afastemos de nós a hipótese do pior caminho profetizado, caso nada façamos”.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

O FUTURO dos EUA, por Ned Dougherty: Ned Dougherty é um milionário norte-americano que teve uma experiência de “quase-morte” em 1984. Era alcoólatra, usuário de cocaína e levava uma vida de playboy, mas essa experiência que teve enquanto esteve em coma mudaria a sua vida por completo.

Ele então ele Escreveu um livro (Fast Lane to Heaven) sobre a sua experiência de quase morte e das suas visões que teve enquanto estava inconsciente e em coma .site: http://www.missionofangels.org/

Durante o ataque cardíaco, ele viu um ser luminoso. Era um dos seus companheiros de guerra que foi morto no Vietnã. Dougherty então percorreu um túnel até chegar em um imenso anfiteatro, que flutuava no espaço, onde voltou a ver e reconhecer pessoas que nem sabia que já tinham morrido.


Capa do Livro Fast Lane to Heaven

Após isto, Ned Dougherty encontra-se com uma mulher luminosa. Pela sua aparência, percebe que é alguém importante neste mundo celestial, a “Dama de Luz”, como ele a chama. Ela mostra-lhe o seu futuro. Ned reconhece que a sua vida tem sido reprovável.

Mas a “Dama de Luz” mostra-lhe também o futuro do mundo, inclusive o ataque às torres gêmeas, anos antes do atentado acontecer.

Depois destas visões, Ned apressou-se em publicar um livro, relatando essa experiência, o que aconteceu 6 meses antes dos pseudo ataques terroristas em 11 de setembro, às duas torres gêmeas de New York:

“Um grande “ataque terrorista” ocorrerá em Nova York ou Washington, impactando severamente o modo de vida nos Estados Unidos”, assim consta no livro. “Ele vislumbrou as duas torres de Nova York em vias de cair. Ele viu a cena de uma altura de uns 30 metros em cima da avenida onde elas estavam localizadas”, descreve o editor.

Em relação aos eventos para o nosso futuro, Ned fez questão de frisar o seguinte:” A “Dama de Luz” me afirmou que todos esses acontecimentos seriam evitados se a Humanidade reconhecesse o plano Divino e se juntasse a ele. A oração e a meditação permitirão trabalhar com o plano de Deus e compreendê-Lo. “

O futuro… nas mensagens de 2004/05:

- O Hemisfério Ocidental (Europa, Américas do Norte, Central e do Sul) será atingido principalmente por desastres naturais. Padrões climáticos bizarros, estranhos e fora de estação vão criar inundações e erosões nos terrenos.

- Ocorrerão tornados devastadores e tempestades de vento; invernos com recordes de temperatura baixa e nevascas enormes; recordes de temperaturas altas nos Verões com secas gravíssimas; e um aumento nas tempestades destrutivas e dos furacões.



- O sistema financeiro e as instituições bancárias vão entrar em colapso devido à falência das companhias de seguro, por resultado dos desastres naturais. Os Estados Unidos serão levados ao caos político, econômico e social.

- O (des)governo dos Estados Unidos falhará em pagar as suas obrigações financeiras como resultado de um débito nacional (e externo) enorme e vai entrar em colapso.

- Como resultado da destruição das bases militares dos Estados Unidos pelos desastres naturais, os Estados Unidos perderão a sua capacidade de fazer guerras e se defender, deixando o país vulnerável para a invasão de tropas estrangeiras, particularmente pelo “Exército de 200 milhões” da China.

Personalidades desconhecidas (n.t. os Illuminatis) do público no mundo vão tentar estabelecer uma “Nova Ordem Mundial-NWO” criando um governo mundial supostamente para o benefício da humanidade. Como um grupo, vão tentar reorganizar as instituições bancárias do mundo de modo que vão permitir que esses líderes não eleitos manipulem e controlem o futuro do mundo para o seu próprio benefício e ganho. Sua própria ganância e luxúria por sucesso econômico e poder vai motivá-los. Eles vão tentar criar um mundo secular e materialista desprovido de liberdade individual.


Ned Dougherty

Uma mudança no eixo (Abril de 2018) polar da Terra provocará dramáticas mudanças climáticas e possivelmente resultará em terremotos gigantescos, erupções vulcânicas e enormes tsunamis em ambas as costas leste e oeste dos Estados Unidos, assim como através das linhas litorâneas em países do mundo inteiro .

Haverá uma grande mudança na localização das áreas povoadas como resultado das mudanças geofísicas e geopolíticas (n.t. No BRASIL vai haver uma migração e ocupação para o Centro-Oeste e o Planalto Central).

Em ABRIL DE 2018, saiba mais em:
http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/

As áreas costeiras e outras áreas instáveis vão diminuir drasticamente em população, enquanto áreas montanhosas e outras áreas estáveis vão se tornar mais desejáveis.

Pessoas com uma nova mentalidade espiritual vão se juntar formando novas comunidades auto-suficientes e que se auto-ajudam. Estes pioneiros de visão que estão de acordo com os planos de Deus para a humanidade serão os arquitetos para o grande novo mundo que Deus colocou em nosso futuro.

Saiba mais em:
http://thoth3126.com.br/12-de-outubro-n-sra-aparecida-isis-e-o-brasil/

Um dos elementos mais dramáticos dessa visão do milionário e que também está relatado no livro é a onda gigante que ele vê chegar do Oceano Atlântico e desaguar na Costa Leste dos EUA, sumindo do mapa toda a Flórida e uma parte das Carolinas:

“Do alto de uma colina na Costa de Long Island (Nova York) vejo enormesondas sucessivas tomando o litoral leste dos EUA, deixando o país debaixo d’água. Vejo uma outra cena a partir do ângulo de uma rua em Nova York: uma parede de água caindo em uma grande avenida, enquanto prédios ao redor caem aos quilos. Vejo um muro de água atingir a costa de Miami Beach. De seu rastro uma nova terra surge do oceano (em Abril de 2018, faltam 60 meses).

Aqui um link para a provável causa dessa onda gigante:
http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/



“Os EUA (e todos os demais países e povos do planeta) vão encontrar grandes dificuldades, que vão gerar conseqüências econômicas consideráveis para o resto do planeta. Estamos NO LIMIAR DE uma mudança completa na Terra, que vai sofrer uma inversão de seu eixo, que se traduzirá em alguns bilhões de mortes”, ele descreve.

Ned Dougherty disse que de acordo com a sua visão, tudo isso deverá acontecer ANTES de 2038.

“Guerras e rumores de guerra continuarão a ser praga no Hemisfério Oriental, espalhando-se a partir do Oriente Médio (Israel, IRÃ, Síria, Iraque…), na África e na Europa, e depois para os países (como a UCRÂNIA) da antiga União Soviética e ao Extremo Oriente, particularmente na CHINA.” p. 252

- “A maior ameaça à paz global e preservação do planeta virá da CHINA, que está se preparando para a guerra global e total pela dominação do planeta, construindo já o maior exército do mundo (hoje com cerca de seis milhões de soldados), profeticamente referido por João no livro de Revelações/Apocalipse, como o exército de duzentos milhões”.



“Sob o pretexto de controle populacional, a China tem sistematicamente exterminado nascituros bebês do sexo feminino em favor dos machos, a fim de produzir mão de obra e um exército capaz de dominar o mundo.

A Senhora da Luz especificamente me disse: - Orai para a conversão da CHINA. A conversão da CHINA para com Deus é necessária para a salvação do mundo.” P. 252

A “Dama de Luz” me afirmou que todos esses acontecimentos seriam evitados se a humanidade reconhecesse o plano divino e começasse a se juntar a ele. A oração e a meditação permitirão trabalhar com o plano de Deus e compreendê-lo.



A oração, para chamar Deus, e a meditação, para receber sua mensagem. O mundo pode ser salvo não por seus dirigentes, mas pela oração coletiva das pessoas e dos povos.

As súplicas de um grupo de 20 pessoas podem evitar a guerra de todo um povo…” “O destino da humanidade está em nossas mãos e, depende de nossa atitude individual e coletiva, mudar sua orientação à harmonia com o plano divino. Essa é a mensagem que fui encarregado de transmitir” diz no livro, que traz outras profecias.Para saber (informar-se) mais:

Fontes: http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/barack-obama-segredos-e-mentiras-sem-fim/
http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
http://thoth3126.com.br/obama-seria-muculmano/

terça-feira, 15 de abril de 2014

Fenômeno da 'Lua de Sangue' é visto de madrugada em toda a América

Foi o 1º de 4 eclipses totais da Lua que vão ocorrer até setembro de 2015.
Fenômeno deixa cor avermelhada no satélite durante o eclipse total.


O eclipse da Lua pode ser visto na madrugada desta terça-feira (15) em todo continente americano. Foi o primeiro de quatro eclipses totais da Lua que vão ocorrer até setembro de 2015.
O fenômeno é conhecido como Lua de Sangue por causa da cor avermelhada que o satélite natural da Terra adquire durante o eclipse total. Isso acontece porque os raios de sol são filtrados pela atmosfera da Terra e chegam à lua com menos luz azul e mais vermelha.

Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2014/04/fenomeno-da-lua-de-sangue-e-visto-de-madrugada-em-toda-america.html

Buracos gigantes surgem por todo o planeta

Por que BURACOS GIGANTES estão surgindo por toda a América do norte? É algo que esta acontecendo à toda a crosta da Terra?

Desde onde estão surgindo todos esses buracos gigantes? É claro que sempre houveram buracos, mas ao longo dos últimos anos, parece que tanto a força da gravidade assim como o número de buracos gigantes tem aumentado dramaticamente.

Então, exatamente porque tantos buracos gigantes estão surgindo, aparecendo por toda a América, de repente? É algo que esta acontecendo à toda a crosta terrestre, ou há alguma outra explicação?

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Por que BURACOS GIGANTES estão surgindo por toda a América do norte e no planeta inteiro? É algo que esta acontecendo à toda a crosta da Terra?

Fonte: http://www.endoftheamericandream.com

Por Michael



Os “especialistas” estão culpando esta epidemia de buracos em coisas como terra solta, águas subterrâneas ácidas, novas construções, canos de água com vazamento, minas de carvão, fracking, longos períodos de seca seguidos de chuvas e esgotamento de aquíferos subterrâneos, mas será que eles realmente entendem e SABEM (os “especialistas”) o que está acontecendo?

Numa quinta-feira, dia 28 de fevereiro, um homem de 37 anos chamado Jeffrey Bush vivia em Seffner, perto de Tampa, na Flórida, morreu quando a terra embaixo de sua casa de repente se abriu e o engoliu vivo. Seu irmão tentou ajudá-lo, quando ouviu os gritos de Jeffrey, mas já era tarde demais. O quarto inteiro foi sugado para dentro da terra e a casa teve que ser rapidamente abandonada. Agora as autoridades estão admitindo que ele provavelmente nunca será encontrado.

Então, esse tipo de acidente é realmente “normal”? Seria uma coisa se isso fosse apenas um incidente isolado, mas a verdade é que buracos gigantes estão aparecendo com freqüência cada vez maior por todo o planeta recentemente. Poderia ser este um indício de que as principais (mudanças nos polos e campo eletromagnético do planeta que geram mudanças geológicas na superfície planetária) mudanças na Terra já estão a caminho?


Sinkhole gigante na Flórida

O estado da Flórida sempre foi uma área que tem sido propensa a surgimento de buracos, mas os números mostram que os prejuízos com os sumidouros no estado aumentou muito nos últimos anos. De acordo com a ABC News , o pagamento de indenizações de seguro de reclamações relacionadas com acidentes por causa dos buracos mais do que dobrou entre 2006 e 2009 …

O Condado de Hillsborough, onde Seffner está situada, é parte de uma área na Flórida propensa ao surgimento de buracos, com o pagamento de créditos de seguros associados a eles mais do que dobrando entre 2006 e 2009, de acordo com um relatório do Senado sobre a Flórida.

Mas isso é apenas no estado da Flórida, certo? Outras partes do país não estão sofrendo com este mesmo tipo de problema, certo? Muito Errado.

Basta verificar o que vem acontecendo em Harrisburg, no estado da Pensilvânia recentemente. Existem dezenas de buracos que se abriram em Harrisburg, e a cidade está tão falida que não tem mais dinheiro para consertar todos eles.

Na verdade, neste momento existem 41 buracos que foram documentados em Harrisburg, e muitos deles estão bem no meio da rua …


“A capital do estado da Pensilvânia está sofrendo de uma erupção de buracos monstros, mas os funcionários municipais estão também impossibilitados de fazer algo sobre isso.

Solo solto e com vazamentos, centenárias tubulações de água subterrâneas são os culpados pelo pesadelo municipal, que veio à tona na véspera do Ano Novo, quando um buraco de 50 pés (15 metros) “bocejou” se abrindo ao longo de Fourth Street, relatou o Wall Street Journal“.

A cratera de oito metros de profundidade – uma de pelo menos outras 41 na cidade – é tão grande, que os moradores fizeram um “check-in” no site de mídia social Four Square. Alguns moradores insolentes e os meios de comunicação apelidaram o buraco “Sinkhole Super Walter”.


Clique na imagem para ampliar.

É claro que tem havido muitas cidades ao longo da história dos EUA que sofreram tal epidemia de buracos, certo? Não há nenhuma razão para se alarmar, certo?

Em um artigo anterior sobre buracos, eu falei sobre um sumidouro que recentemente se formou em Ohio, que era do tamanho de quatro campos de futebol e que tinha mais de 30 metros de profundidade. Ele fez com que parte da State Route 516 entrasse em colapso e as autoridades estavam projetando que a estrada vai continuar fechada nos próximos meses.

Mas isso é “normal”, certo?

O buraco gigante na Louisiana, em Paróquia Assunção, que fez as manchetes em todo o país no ano passado, está agora com mais de 800 metros de diâmetro . Ele apenas continua a crescer, e as autoridades não têm ideia de quando vai parar de crescer.


Aos analistas, embora não pareça haver ameaça significativa adicional para a área em geral, até que a atividade subterrânea diminua novamente, as operações diretamente sobre o escoadouro foram suspensas. O principal sumidouro já atingiu mais de 800 metros de diâmetro e a parede ocidental continua a entrar em colapso.
Duas semanas atrás (em fevereiro 2013), os funcionários relataram que cerca de mais 5.000 metros quadrados caiu no lado sudoeste do sumidouro, as autoridades chamam isso de descamação. O local continua emitindo gás metano.

Mas este tipo de coisa acontece o tempo todo, certo?

Recentemente, grandes buracos forçaram o fechamento de estradas em Nova Jersey e no Arizona . É claro que esses incidentes logo serão esquecidos, porque há mais histórias de notícias sobre buracos grandes nos Estados Unidos quase todos os dias agora. Buracos gigantes estão agora acontecendo com tal regularidade que as pessoas quase não tomam conhecimento e nem se importam mais.

Você pode ver algumas fotos de alguns dos mais loucos buracos nos últimos anos aqui mesmo . Seria uma coisa se buracos gigantes foram aparecendo apenas nos Estados Unidos, mas que isso infelizmente não é o caso.

Por exemplo, um buraco que apareceu no meio da Cidade da Guatemala em 2010 e tinha cerca de 30 andares de profundidade . Down in Sarisarinama, Venezuela alguns buracos apareceram nos últimos anos que são com mais de 100 metros de largura .



A China tem sido um dos piores lugares do mundo para buracos ao longo dos últimos anos. De fato, basta verificar o que vem acontecendo em uma aldeia na China recentemente

Moradores da aldeia de Lianyuan em Hunan, província no sul da China estão pisando cautelosamente nos últimos meses. Mais de 20 buracos se abriram no chão desde setembro passado. As cavernas, que variam em tamanho, estão colocando em colapso casas e rios que secam. E nunca há qualquer aviso a respeito de onde e quando os buracos ocorrem. Segundo as autoridades locais, a principal razão para o surgimento dos buracosé o número de minas de carvão na área. Não está claro que medidas estão sendo tomadas para evitar que mais buracos apareçam.

Eu poderia ir longe com mais exemplos de todo o mundo, mas espero que você esteja começando a chegar ao ponto. Buracos gigantes estão se abrindo por toda a terra e engolindo casas, edifícios, estradas e às vezes até pessoas.

Então, por que isso está acontecendo? Estaria a crosta da Terra se tornando mais instável? Ou ainda existe algo mais trabalhando? Por favor, sinta-se livre para deixar um comentário com a sua opinião.

E já que estamos falando de grandes buracos….



Fonte: http://thoth3126.com.br/category/mudanca-nos-polos-e-campo-eletromagnetico-do-planeta/
http://thoth3126.com.br/sons-misteriosos-sendo-ouvidos-em-todo-o-planeta/
http://thoth3126.com.br/poderosa-emissao-de-onda-de-energia-do-nucleo-da-terra-foi-gravado/
http://thoth3126.com.br/sons-estranhos-nos-ceus-da-terra-explicados-por-cientista/
http://thoth3126.com.br/poderosa-energia-emitida-pelo-centro-da-galaxia-foi-registrada/
http://thoth3126.com.br/o-cinturao-de-fotons-acelera-as-mudancas/

Mega Tsunami pode atingir o Brasil: Vulcão Cumbre Vieja


O Vulcão CUMBRE VIEJA.

Um mega Tsunami pode atingir o Norte e Nordeste do Brasil e a Costa Leste dos USA.(ao lado foto de satélite das Ilhas Canárias e o Vulcão Cumbre Vieja, na Ilha La Palma expelindo fumaça)

Um mega tsunami é um raro tsunami com ondas de mais de 100 metros de altura. Deixando de lado alguns grandes tsunamis no Alasca, incluindo aí um de 520 metros de altura, na baia de Lituya.

Composição, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Acredita-se que o último mega tsunami que atingiu uma área com população ocorreu há 4.000 anos. Geólogos dizem que tal evento é causado por gigantescos deslocamentos de terra, originados por uma ilha em colapso, por exemplo, em um vasto corpo d’água como um oceano ou um mar.

Mega tsunamis podem atingir alturas de centenas de metros, viajar a 900 km/h ao longo do oceano, potencialmente alcançando 20 km ou mais terra adentro em regiões de plataformas continentais/costas de baixa altitude. Em oceanos profundos, um mega tsunami é quase invisível. Move-se em um deslocamento vertical de aproximadamente um metro, com um comprimento de ondas de centenas de quilômetros. Porém, a enorme quantidade de energia dentro deste movimento de gigantesca massa líquida produz uma onda muito mais alta, à medida que a onda se aproxima de águas rasas situadas nas costas litorâneas das plataformas continentais.


A Ilha de La Palma e a escura Cratera do Vulcão Cumbre Vieja

Terremotos geralmente não produzem tsunamis desta escala, a não ser que eles possam causar um grande deslocamento de terra debaixo d’ água, tipicamente tais tsunamis têm uma altura de dez metros ou menos (seria o caso do Tsunami do Japão em Março de 2011). Deslocamentos de terras que são grandes comparadas à profundidade atingem a água tão rapidamente que a água que foi deslocada não pode se estabelecer antes que as rochas atinjam o fundo.

Isto significa que as rochas deslocam a água em velocidade total em todo seu caminho ao fundo. Se o nível da água é profundo, o volume de água deslocado é muito grande e as partes baixas estão sob alta pressão. Isto resulta numa onda que contém grande quantidade de energia.

Algumas pessoas assumem que mega tsunamis pré-históricos varreram antigas civilizações, como um castigo do(s) deus(es), comum em muitas culturas ao redor do mundo. Porém, isto é improvável, considerando que mega tsunamis usualmente acontecem sem qualquer aviso, atigindo apenas áreas costeiras e não necessariamente ocorrendo após uma chuva qualquer.



A hipótese de mega tsunamis foi criada por geólogos buscando por petróleo no Alasca. Eles observaram evidência de ondas altas demais em uma baía próxima. Cinco anos depois, uma série de deslocamentos de terra foi revelada como a causa destas altas ondas no Alasca. O histórico geológico mostra que mega tsunamis são muito raros, mas que devastam qualquer coisa próxima à costa atingida. Alguns podem devastar costas de continentes inteiros. O último evento conhecido desta magnitude aconteceu há 4 mil anos na Ilha de Reunião, leste de Madagascar.

UMA ONDA QUE ATINGIU 524 metros de ALTURA na BAIA DE LITUYA-ALASKA, EM 1958

Um fato sempre intrigou biólogos e geólogos na baia de Lituya, no Alaska. Ao redor de toda a baia, nas margens, existe uma faixa de vegetação começando da linha d’água composta por arvores jovens e somente muitas dezenas e até centenas de metros acima é que aparecem as árvores velhas. Os cientistas sempre souberam que as arvores jovens nasceram em decorrência da morte das arvores velhas que ali estavam, mas não sabiam o que havia causado isso. Um evento geológico colossal elucidou o enigma.



No dia 9 de julho de 1958, um grande terremoto de 8.5 graus na escala richter sacudiu a região da baia de Lituya. Uma grande massa de rocha com volume estimado de 30 milhões de metros cúbicos se desprendeu de uma altura de 900 metros de uma montanha, mergulhando na profunda baia de Lituya. O gigantesco e súbito deslocamento de água produziu uma descomunal onda. Segundos depois, parte da onda atingiu a margem oposta ao deslizamento 1350 metros adiante e quebrou, subindo uma outra montanha e derrubando arvores a inacreditáveis 524 metros de altura. O restante da onda seguiu adiante e arrasou com a baia de Lituya derrubando arvores a até 200 metros de altura.

Os acontecimentos de 1958 no ALASCA mostraram que Tsunamis também podem ser criados por deslocamento de grandes massas de rochas de ilhas vulcânicas e deslocamento de grandes massas de água sobre a plataforma continental, o que se um dia ocorrer, será numa escala muito maior e poderá devastar faixas litorâneas inteiras de muitos países.

Ameaças de Mega tsunamis

Ilhas vulcânicas como as de Reunião e as Ilhas do Havaí podem causar megatsunamis porque elas não são mais do que grandes e instáveis blocos de material mal agrupado por sucessivas erupções. Evidência de grandes deslocamentos de terra foram encontradas na forma de grande quantidade de restos subaquáticos, material terrestre que caiu oceano adentro. Em anos recentes, cinco de tais restos foram encontrados somente nas ilhas havaianas.

Alguns geólogos acreditam que o maior candidato para a causa do próximo megatsunami é a erupção do VULCÃO CUMBRE VIEJA na ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias, na costa oeste da África. Em 1949, uma erupção causou a queda do cume de Cumbre Vieja e fez cair vários metros adentro do Oceano Atlântico. Acredita-se que a causa disto foi causada pela pressão do magma em aquecimento e água vaporizando-se presa dentro da estrutura da ilha, causando um deslocamento da estrutura da ilha.


A velocidade e a amplitude de deslocamento e o tamanho das ondas em caso de colapso do Vulcão Cumbre Vieja na Ilha de La Palma.

Durante uma próxima erupção, que estima-se acontecerá em algum tempo nos próximos anos, séculos ou milênios, irá causar um novo deslocamento da ilha, fazendo a metade ocidental, pesando talvez 500 milhões de toneladas, deslocar-se catastroficamente em direção ao fundo do oceano e com isso gerando uma imensa onda em direção ao oeste, ao norte/nordeste do Brasil e à costa leste dos EUA.

”Isto irá automaticamente gerar um megatsunami com ondas locais com alturas de centenas de metros”.

Depois que o tsunami cruzar o Atlântico, provavelmente irá gerar uma onda com 10 a 25 metros de altura ao chegar no Caribe e na costa leste da América do Norte várias horas depois (entre oito a dez horas), gerando grandes problemas econômicos e sociais para as populações litorâneas sobreviventes dos países envolvidos e para a economia global como um todo. Enquanto que potencialmente não tão destruidor como um super-vulcão, um mega tsunami seria um desastre sem precedentes em quaisquer regiões em que este evento ocorra.

Investigação intensiva na seqüência da catástrofe do tsunami na Indonésia de 26 de dezembro de 2004 mostrou que muitas outras zonas costeiras também estão em perigo de sofrerem impacto de tsunamis. Assim, as costas leste e oeste do Atlântico e na costa do Mediterrâneo, não estão a salvo de maremotos e, portanto, devem ser mais bem protegidas.

TSUNAMIS NO ATLÂNTICO

Mapa de ocorrências históricas de Tsunamis no Atlântico:


Locais de ocorrências de Tsunamis na área do Oceano Atlântico. Em vermelho houve séria destruição, em amarelo destruição moderada e em branco pequena destruição.

Poucas catástrofes como tsunamis ocorrem no Atlântico, em comparação com o Pacífico. Os maremotos em Lisboa (em 1º de NOVEMBRO DE 1755, posterior ao grande terremoto acontecido no mesmo dia com epicentro no nordeste do Oceano Atlântico e que destruiu Lisboa) e em Porto Rico foram até agora a maior catástrofe de tsunamis, quando milhares de pessoas perderam suas vidas. Saiba mais em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sismo_de_Lisboa_de_1755



Localização potencial do epicentro do terremoto de 1755 em LISBOA e o tempo de propagação e chegada do posterior tsunami, em horas após o sismo.

Vulcão pode provocar tsunami nos EUA e no norte do Brasil, dizem cientistas

Por Daniel Flynn - www.reuters.com

Madri, Espanha (Reuters) - Uma onda de 50 metros de altura atingindo o litoral atlântico dos Estados Unidos e destruindo tudo no seu caminho –não se trata de um filme de Hollywood, mas de uma sombria previsão de cientistas britânicos e norte-americanos, que também incluem o BRASIL na lista de possíveis lugares atingidos.

Enquanto a comunidade internacional tentava ajudar as vítimas do devastador maremoto de dezembro no sul da Ásia, os especialistas alertam que a erupção de um vulcão nas ilhas Canárias (que pertencem à Espanha e ficam no litoral norte da África) pode provocar a maior tsumami já registrado na história humana.

Cálculo do tamanho e da evolução das ondas do Tsunami com o colapso do Vulcão Cumbre Vieja nas Ilhas Canárias:


Cálculo da evolução da propagação das ondas do tsunami: A = 2 minutos, B = 5 minutos, C = 10 minutos, D = 15 minutos, E = 30 minutos, F = 1 hora, G = 3 horas, H = 6 horas atinge o Norte/Nordeste do BRASIL e I = 9 horas atingindo a Flórida.

Segundo um polêmico estudo desses cientistas, uma explosão no vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, pode lançar uma montanhas de rochas do tamanho de uma ilha dentro do Atlântico, a uma velocidade de até 350 quilômetros por hora. Mas muitos cientistas dizem que o risco de uma megatsunami provocado por tal erupção está sendo exagerado. Nesse estudo, a energia liberada pela erupção seria equivalente ao consumo de eletricidade nos Estados Unidos durante seis meses. As ondas sísmicas se deslocariam pelo Atlântico na velocidade de um avião a jato (900 km/hora).

A devastação nos Estados Unidos provocaria prejuízos de trilhões de dólares e ameaçaria dezenas de milhões de pessoas. Países como a Espanha, Portugal, Grã-Bretanha, França, BRASIL, Região do Caribe, Guianas, Venezuela e todos os países da África Ocidental também poderiam ser atingidos pelas ondas gigantes. “Isso pode ocorrer na próxima erupção, que pode acontecer no próximo ano, ou pode levar dez mil anos para acontecer”, disse Bill McGuire, do Centro de Pesquisas Benfield Hazard, da Grã-Bretanha.

Sobre os EUA ver no Link:
http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/

O Cumbre Vieja, que teve sua última explosão em 1971, normalmente tem erupções em intervalos de 20 a 200 anos.“Simplesmente não sabemos quando vai acontecer, mas há alguém preparado para assumir o risco depois dos incidentes do Oceano Índico?”, disse McGuire, propondo a criação de um programa para monitorar a atividade sísmica na encosta do vulcão.

“Precisamos fazer com que as pessoas saiam antes do colapso em si. Uma vez que o colapso tenha acontecido, o Caribe teria nove horas, e os EUA de 6 a 12 horas, para retirar dezenas de milhões de pessoas.” Mas outros especialistas vêem exageros na previsão sobre o Cumbre Vieja ou sobre o vulcão havaiano de Kilauea. A Sociedade Tsunami, que reúne especialistas de vários países, diz que essas teorias só servem para assustar as pessoas.

O grupo argumenta que o Cumbre Vieja não explodiria em uma única rocha e que a onda criada seria muito menor (apesar de haver registros históricos de mega explosões como a do Vulcão submerso THERA em Santorini, no arquipélago das ilhas gregas conhecidas como As Cíclades, no Mar Egeu, que em torno de 1.680 a.C. explodiu violentamente, literalmente jogando pelos ares a maior parte da ilha Santorini e o topo da montanha.



Fotos de satélite de SANTORINI, no Mar Egeu e o gigantesco buraco/vazio deixado na ilha pela explosão do vulcão THERA em 1.680 a.C.

O impacto daquela erupção fez-se sentir em toda a Terra, mas com particular intensidade na bacia do Mar Mediterrâneo. A erupção do vulcão THERA em Santorini parece estar ligada ao colapso da Civilização Minóica na ilha de Creta, distante de Santorini 110 km ao sul.

Acredita-se que tal cataclismo tenha inspirado as posteriores lendas acerca de Atlântida. Ver mais em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Santorini ).

“Estamos falando de milhares de anos no futuro. Qualquer coisa pode acontecer. Nesse meio tempo um asteróide também poderia cair na Terra”, disse George Pararas-Carayannis, fundador da Sociedade Tsunami.

Muitos especialistas acham que as tsunamis provocadas por deslizamentos abruptos duram menos do que aquelas gerados por terremotos fortes, como o de 26 de dezembro de 2004, na Indonésia que matou cerca de trezentas mil pessoas.



Santorini à esquerda.

Charles Mader, editor de uma revista do Hazards sobre tsunamis, prevê que mesmo um enorme deslizamento em La Palma provocaria ondas de apenas um metro de altura nos EUA.

De qualquer forma, especialistas avaliam que a ameaça das tsunamis estava subestimada antes da tragédia asiática, que matou mais de 150 mil pessoas. “Não seria surpresa para mim se amanhã víssemos outra tsunami como essa,” disse Pararas-Carayannis, apontando para as falhas geológicas de Portugal, de Porto Rico e do Peru como riscos possíveis.

Para McGuire, um sistema de alerta no Oceano Índico teria evitado completamente as mortes em Sri Lanka e na Índia, já que na maioria dos casos a população precisava se deslocar apenas um quilômetro para ficar a salvo. Na opinião dele, o risco dos tsunamis para a Terra só é inferior ao do aquecimento global. “Com as costas fortemente ocupadas agora, particularmente nos países em desenvolvimento, as tsunamis são um grande problema porque, ao contrário dos terremotos, transmitem a morte e a destruição através de oceanos inteiros.”


O arquipélago da Ilhas Canárias. Na Ilha de EL HIERRO, AO SUL DA ILHA DE PALMA, onde está o CUMBRE VIEJA está acontecendo uma enorme atividade sísmica, com muitos terremotos (alguns são submarinos)

Ilhas Canárias: Risco de erupção vulcânica em El Hierro ao sul de LA PALMA

Nos últimos dias do ano de 2011, se registrou uma série de movimentos sísmicos na ILHA DE EL HIERRO, e especialistas estão agora a avaliar se o magma está subindo.

Barcos transportando equipes da Unidade Militar de Emergências do governo espanhol local partiram, no final da manhã, para El Hierro, para uma eventual operação de evacuação. Cinquenta e três pessoas foram já realojadas e o principal túnel da ilha, entre as localidades de Frontera e Valverde, foi fechado.



Foto à direita: El Hierro, nas Ilhas Canárias: Risco de erupção vulcânica. Esferas azuis e vermelhas marcam a ocorrência de Terremotos recentes.

As autoridades espanholas estão a mobilizar-se para uma eventual evacuação da ilha de El Hierro, no arquipélago espanhol das Canárias, devido ao risco de uma erupção vulcânica.

Desde o dia 19 de Julho até às 11h16 de hoje, foram registados 8.356 eventos sísmicos (TERREMOTOS) na ilha de EL HIERRO, segundo dados do Instituto Geográfico Nacional (IGN) dA Espanha. Apenas 15 teriam sido sentidos de fato pela população, segundo a edição online do diário espanhol El Pais.

Mas o número de sismos aumentou e alguns mais recentes parecem estar ocorrendo a uma profundidade menor do que a maioria, o que pode significar um aumento do nível do magma sob a ilha.


Especialistas dizem que esta ocorrendo erupções submarinas em EL HIERRO, que se localizam a cerca de 2.000 metros de profundidade no leito do oceano e a uma distância entre cinco e sete quilômetros da costa.

De qualquer forma, com o aumento na frequência dos eventos sísmicos o governo das Ilhas Canárias acionou o nível “amarelo” de alerta – o segundo menos grave numa escla de quatro cores, e que implica em maior informação à população e planificação de recursos. As autoridades estão se preparando para, caso necessário, retirar 4.000 pessoas da Ilha de El Hierro em quatro horas.

Segundo Maria del Carmen Romero, professora de Geografia da Universidade de Laguna, citada pelo jornal La Vanguardia, um dos principais riscos é o de desmoronamentos de terras, já que a ilha tem encostas muito acentuadas. No entanto, pode não chegar a haver uma erupção vulcânica, lembrando de uma crise sísmica semelhante, descrita em crônicas de 1793, sem erupção vulcânica.

Fontes: http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
http://thoth3126.com.br/terremoto-de-59o-no-arquipelago-dos-acores/
http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
http://thoth3126.com.br/profecias-de-joao-um-cavaleiro-templario/
http://thoth3126.com.br/pao-e-circo/
http://thoth3126.com.br/monte-shasta-outra-visita-a-terra-interior-parte-2/
http://thoth3126.com.br/emmanuel-a-separacao-comecou/
http://thoth3126.com.br/brasil-forte-terremoto-de-64o-de-magnitude-no-oceano-atlantico-ao-norte-do-litoral-brasiliero/

segunda-feira, 14 de abril de 2014

EUA adverte para terremoto de 9 no sul do Peru e norte do Chile


O Serviço Geológico dos EUA(USGS) fez as declarações com base em estudos recentes sobre o movimento da Nazca e placas sul-americanas.
Lima. Conforme relatado pelo noticiário '90 segundos 'Frequência América, a lacuna sísmica cobre o sul do Peru (Ilo, Moquegua e Tacna) e norte do Chile (Arica, Tarapacá e mexilhões).

O estudo afirma que ambas as placas de fricção farão com que um terremoto de entre 9 e 9,5 graus, superior ao de 2007, que devastou Pisco e Ica.
No entanto, ele não sabe quando isso vai acontecer.
O último grande terremoto na região ocorrido em 1877, mas nove anos antes de outro grande escala também foi gravado. Os cientistas acreditam que a primeira fraturadeslocada de norte a sul, atingindo a altura de Arica, enquanto o segundo se acredita ter começado um pouco mais ao sul, para chegar perto Mejillones.

Além disso, após o forte terremoto, tsunami grave causará danos à costa do Peru e do Chile, que também pode levar a problemas no Japão e Havaí tanbém está previsto.
Note-se que um terremoto de 8,2 graus sacudiu Arica, Iquique e Tarapacá última terça-feira, deixando um saldo de seis mortos. Um forte tremor de magnitude 7,6 sacudiu a área 24 horas depois.


 Fonte: http://peru.com/actualidad/otras-noticias/eeuu-advierte-terremoto-9-grados-sur-peru-y-norte-chile-noticia-242012

África: Surto de Ebola é o mais grave da história

OMS diz que surto de ebola na África é um dos mais graves da história

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o atual surto epidêmico de ebola na África Ocidental está entre os “mais assustadores“ desde o aparecimento da doença, há 40 anos. O número total de mortos já passa dos cem, a maioria na Guiné.

A propagação da mortal doença, com um novo surto tendo se iniciado no sul da Guiné, é uma das mais preocupantes desde o aparecimento do vírus Ebola, pois esta se espalhando pelo continente africano.

Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Total de mortos já passa dos 100. Segundo a organização mundial de saúde, a propagação da mortal doença, iniciada no sul da Guiné, é uma das mais preocupantes desde o aparecimento do vírus Ebola, há quatro décadas.

Fonte: http://dw.de/p/1BeKG

Edição Rafael Plaisant - Data 09.04.2014

Keiji Fukuda, o diretor-geral adjunto da OMS, afirmou na terça-feira (08/04), em conferência de imprensa em Genebra, que a agência está preocupada com a disseminação do vírus. Ele adiantou que o surto, que eclodiu no sul da Guiné, pode estar se propagando em direção à capital, Conacri, e ao país vizinho, Libéria, o que seria, segundo ele, particularmente preocupante.


Trabalhadores da OMS, vestidos com roupas especiais, inspecionam casa na Guiné

“Nunca tivermos antes um surto de ebola nessa parte da África”, comentou Fukuda. A OMS enviou dezenas de trabalhadores de ajuda humanitária para a região, para tentar conter a o avanço da doença. “Este é um dos focos de ebola mais desafiadores que já enfrentamos.”

As formas mais graves da doença apresentam uma taxa de mortalidade de 90% e não existe vacina, cura ou tratamento específico. De acordo com os últimos dados divulgados na terça-feira pela OMS, há 157 casos de ebola registrados só na Guiné, dos quais 101 resultaram em mortes. Segundo a OMS, 67 casos foram confirmados por análises laboratoriais.
Surto já provocou a morte de mais de 100 pessoas

Vinte casos foram registrados na cidade portuária de Conacri, e 21 casos na Libéria, dos quais dez foram fatais. Foram também confirmados casos em Serra Leoa, em que se suspeita que as pessoas tenham contraído a doença na Guiné. No Mali, há nove casos suspeitos, mas dois testes revelaram-se negativos.



“Não devemos dar demasiada importância aos números”, recomendou Stéphane Hugonnet, médico especialista da OMS que regressou recentemente da Guiné. “O mais importante é a tendência e a propagação da infecção. Aparentemente, há um risco de outros países estarem sendo infectados. Portanto, devemos permanecer vigilantes a todo custo.”

As Origens

O vírus foi detectado pela primeira vez em 1976, em dois surtos simultâneos no Sudão e na República Democrática do Congo. Desde 1976, o ebola causou a morte de pelo menos 1.200 pessoas, dos 1.850 casos detectados. Os surtos mais fortes foram registrados na República Democrática do Congo, em 1976 (318 casos), 1995 (315 casos) e 2007 (264 casos); no Sudão, em 1976 (284); e em Uganda, em 2000 (425 casos).

Os surtos surgem normalmente em aldeias remotas da África Central e Ocidental, próximo a florestas tropicais, de acordo com a OMS. Neste momento, o vírus, que tem cinco estirpes, só existe no continente africano, mas já houve casos nas Filipinas e na China.


Desde a sua descoberta, diferentes estirpes do Ebola causaram epidemias com 50 a 90% de mortalidade na República Democrática do Congo, Gabão, Uganda e Sudão. A segunda epidemia ocorreu em 1979, quando 80% das vítimas morreram. Em maio de 1995, a cidade de Mesengo, a cento e cinquenta quilômetros de Kikwit, no Zaire, foi atingida pelo vírus, que matou mais de cem pessoas. Agora surge nova epidemia na Guine. O primeiro desse tipo de vírus apareceu em 1967, foi o Marburg, a partir de células dos rins de macacos verdes de Uganda.

O ebola provoca febre, causando dores musculares, fraqueza, vômitos, diarreia e, em casos mais graves, falência dos órgãos e sangramentos intermitentes internos e externos. Para evitar o contágio humano, a OMS recomenda evitar o contato com morcegos e macacos e o consumo da sua carne crua, assim como evitar o contato físico com pacientes infectados, em particular com os seus fluidos corporais.

As chances de sobrevivência aumentam se os pacientes são mantidos hidratados e se são tratados de infecções secundárias.

MD/lusa/afp/dpa

Fontes: http://thoth3126.com.br/angelina-jolie-e-parte-de-um-esquema-de-controle-muito-sutil-e-inteligente/
http://thoth3126.com.br/vacinas-podem-ser-mortais/
http://thoth3126.com.br/loucura-vira-epidemia-no-planeta-44-milhoes-de-pessoas-estao-dementes/
http://thoth3126.com.br/grandes-surpresas-dentro-de-vacinas/
http://thoth3126.com.br/diet-coke-zero-e-mortal/
http://thoth3126.com.br/medicina-da-idade-media-amputar-para-prevenir-o-cancer/
http://thoth3126.com.br/o-colapso-moral-da-medicina-ocidental/
http://thoth3126.com.br/monsanto-herbicida-glifosato-encontrado-na-urina-humana-por-toda-a-europa/
http://thoth3126.com.br/virus-mortal-some-de-laboratorio-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/o-colapso-do-nosso-mundo-comecou-veja-14-sinais-disso/
http://thoth3126.com.br/nestle-nega-que-a-agua-seja-um-direito-humano-fundamental/

Matéria GRAVE Sobre Chemtrails


Pela primeira vez na imprensa aberta, o assunto "Chemtrails" foi destaque do dia 10 de abril no Diário do Estado, jornal do Mato Grosso do Sul.

O jornalista Ednilson Santos foi o responsável pela pequena matéria, cuja chamada é "Cidades Brasileiras Podem Estar Sendo Envenenadas Por Governos Mundiais", que discute a presença das trilhas químicas nos céus do Brasil e seus propósitos.

Fonte:: http://21dedezembro2012.blogspot.com.br/2014/04/jornal-do-ms-publica-materia-sobre.html

Brasil, Argentina e Austrália assinam contratos de centenas de bilhões de dólares para albergar americanos deslocados quando o Supervulcão Yellowstone explodir

O que a mídia e o governo escondem...Eles estão se preparando para o pior!

Se Yellowstone explodir, os EUA serão quase totalmente destruídos. Site americano afirma que os governos do Brasil, Argentina e Austrália firmaram acordos bilionários que visam receber população americana evacuada durante possível desastre.

De acordo com um relatório recente, o Congresso Nacional Africano (ANC), recentemente recusou um contrato de 10 bilhões de dólares anuais, acerca de um plano de gestão de desastres oferecido pelos Estados Unidos, para abrigar cidadãos norte-americanos que podem ser deslocados no caso de o supervulcão Yellowstone estourar.

O plano dos EUA para o internamento foi formulado depois de uma análise científica recente do parque onde revelou que o supervulcão de Yellowstone tem o potencial para entrar em erupção violentamente dentro dos próximos 10 anos como observado por outros, incluindo o famoso astrofísico Michio Kaku.

Na verdade, o Praag, uma publicação do Paquistão, informou recentemente:

Pode levar até dez anos para a impressão na câmara de magma do supervulcão se construir. De acordo com o Dr. Jean-Philippe Perrillat do Centro Nacional de Pesquisa Científica em Grenoble, França, "é a diferença de densidade entre o magma derretido na caldeira e a rocha circundante suficientemente grande para o magma da câmara aumentar e ir à superfície".

"O efeito é o mesmo que a flutuabilidade adicional de uma bola de futebol dentro d'água ao encher de ar, ela sobe para a superfície", disse o dr. Perrillat. "Se o volume de magma é grande o suficiente, ele deve ir para a superfície e explodir como uma garrafa de champanhe".
Segundo o Dr. Sipho Mathetwe, "existe simpatia do governo Sul-Africano para o desafio americano de Yellowstone, mas nós temos nossos próprios desafios na África do Sul. Há 200 milhões de pessoas brancas nos Estados Unidos, e se muitos deles voarem para a África do Sul, é um grande problema, mesmo que não haja habitação e infra-estrutura disponível suficiente. Ele vai desestabilizar o país e pode até mesmo trazer de volta o apartheid. A África do Sul não está à venda."

De acordo com o relatório, "Brasil, Argentina e Austrália" entraram na onda, aceitando o pedido de Washington.

Isso é chocante, pois tudo isso vem num momento em que animais selvagens têm sido relatados, fugindo do parque a partir de vibrações sísmicas .

Também foi relatado tem aumentado o número de terremotos na área de forma galopante.

O jornalista do site de notícias Intellihub escreveu:

Relatórios recentes sugerem que o gás Hélio violou as camadas superficiais da crosta de Yellowstone, escapando para a atmosfera. Isso coincide agora, com a recente e abrupta elevação do nível do terreno no parque. Podemos estar o surgimento de um desastre.

Quero dizer, afinal, como Michio Kaku, físico teórico famoso, destacou em um noticiário da CNN em janeiro de 2011: "Quando ele sopra [Yellowstone] poderia destruir os Estados Unidos como a conhecemos. [...] Isso é o que está nos deixando nervosos".

Eu não sei sobre você, mas para mim o pensamento de viver naquela região é horrível, e eu sei o que é isso, pois moro bem perto de um vulcão enorme no Havaí.

Mais tarde, no noticiário, o físico aponta que o anel de 1.000 quilômetros do Supervulcão nos EUA provavelmente seria destruído. É tão assustador quanto parece, pois o acontecimento deste grande evento, está realmente muito atrasado. Na verdade, a última erupção de Yellowstone aconteceu em torno de 630 mil anos atrás, o que significa que são 30 mil anos atrasados para uma explosão total.

Fonte: http://intellihub.com/

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Cientistas estão a soar o alarme para Super Vulcão Yellowstone




De acordo com o endoftheamericandream.com local, desta vez a área de terra do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos aumentou a uma taxa recorde de cerca de 8 cm por ano. A razão para isso é porque o parque é um super vulcão, o maior da América do Norte.Os cientistas dizem que, inevitavelmente, incendiar-se novamente, e quando isso acontece, a devastação é quase inimaginável. A erupção total de Yellowstone, o super-vulcão poderia depositar uma camada de cinzas vulcânicas elevadas 3 metros para uma distância de 1600 km, e deixar uma boa parte de os EUA inabitável.Yellowstone O super-vulcão é tão grande que é difícil para descrever em palavras. De acordo com um artigo no Daily Mail, a zona de magma sob Yellowstone é cerca de 480 km de largura. Quando as pessoas pensam de erupções vulcânicas no país, que relembram a catastrófica erupção do Monte St. Helens em 1980. Mas esta erupção não será nada comparado com o que pode causar erupção do vulcão super-de Yellowstone. Professor de Geofísica da Universidade de Utah, Bob Smith, disse que nunca tinha visto nada parecido nos 53 anos em que vimos o Yellowstone em um estado de quietude. Em setembro passado, 130 terremotos atingiram o parque durante a semana. Isso deixou muitos observadores extremamente preocupado Yellowstone. A recente onda de terremotos começou a 10 de setembro de 2013 e continua até 16 de setembro. Que aconteceria se Yellowstone se ativado: 1) A próxima erupção do Yellowstone parece mais próximo a cada ano que passa. Desde 2004, algumas áreas do parque rosa levantou-se a 25 cm. 2) Há cerca de 3.000 sismos por ano no parque. 3) Se houver uma erupção em larga escala, a maior parte do noroeste dos Estados Unidos será completamente destruído. 4) Uma erupção maciça de Yellowstone mataria tudo dentro de um raio de 160 km de distância. 5) Esta erupção pode cobrir o centro dos Estados Unidos com cinzas vulcânicas e produção de alimentos no país seriam eliminados por completo. 6) um "inverno vulcânico" que resultaria da erupção seria um resfriamento do planeta de uma forma radical. Alguns cientistas acreditam que as temperaturas globais podem cair para 20 graus. 7) Os Estados Unidos nunca mais seria a mesma depois da erupção. Alguns cientistas prevêem que, após a cratera de explosão, dois terços do país seria completamente inabitável. que torna isso ainda mais alarmante é o fato de que uma série de vulcões ao redor do mundo estão começando a se tornar ativo no círculos científicos há muita preocupação. Algo grande vai acontecer e não é por acaso que a FEMA está preparando como se ele estivesse prestes a acontecer um cataclismo continental ou global. NASA e da Marinha os EUA fechar as portas e ninguém sabe porquê. Tudo isso deve fazer-nos pensar. Como disse o ex-especialista da Nasa Pattie Brassard ", as pessoas vão ter que preparar uma catástrofe global entre 2013/2014. The Elite saber as datas exatas. sei que todos grade proteger o planeta será danificado pela passagem Comet Ison ea influência do Planeta X e as pessoas podem ficar sem energia elétrica. Então, eles criaram o banco de sementes na Noruega, a biblioteca digital e mais de 5.000 túneis secretos ... "

O que uma erupção do Yellowstone Supervulcão Look Like? Segunda - feira, 7 abril, 2014 11:19


(Antes Que News)




No domingo passado, o pior terremoto em 30 anos atingiu a supervulcão de Yellowstone. No geral, houve pelo menos 25 terremotos significativos no parque nacional de Yellowstone, desde quinta-feira, mas é o terremoto de 4,8 que tem muitos observadores extremamente preocupados. Poderia um grande terremoto como ser um sinal de que o supervulcão de Yellowstone está começando a rugir para a vida depois de todo esse tempo? E se ele faz entrar em erupção, o que isso significa para o resto do país? Como você verá abaixo, uma erupção full-blown em Yellowstone seria absolutamente catastrófico.Estima-se que tal uma erupção poderia despejar uma camada profunda de 10 pés de cinzas vulcânicas até 1.000 quilômetros de distância e tornar grande parte da nação inabitável para os próximos anos. Em essência, o que traria imediatamente os Estados Unidos de joelhos.

É verdade que é normal para Yellowstone para experimentar até 3.000 terremotos por ano. Mas a maioria desses terremotos são extremamente pequenos e nada para se preocupar.

Mas o terremoto de 4,8 que atingiu no domingo é, definitivamente, levantando as sobrancelhas - especialmente considerando o que mais vem acontecendo em Yellowstone recentemente.

Por exemplo, os cientistas que monitoram Yellowstone estão nos dizendo que a área onde o terremoto foi centrado vem experimentando "levantamento terra" nos últimos meses ...


Um comunicado da Universidade de Utah, disse que a área do terremoto tinha experimentado um "levantamento terra "desde agosto e que" sismicidade na região geral do levantamento foi elevado por vários meses. "

Eu não sei sobre você, mas o fato de que o maior vulcão em os EUA, de longe, tem vindo a registar "levantamento terra" não é muito reconfortante para mim.

E tem havido relatos de comportamento animal estranho em torno de Yellowstone também. Por exemplo, o seguinte vídeo do YouTube de numerosos bisonte literalmente fugindo de Yellowstone foi viral ...


Esse vídeo foi capturado durante o mês de março bem antes do terremoto de 4,8 que aconteceu.

Poderia ser possível que essas bisonte sentiu que algo estava por vir?

O perigo representado pelo Yellowstone não deve ser subestimada.

Isso é algo que eu tenho escrito sobre antes, mas desde então os cientistas descobriram que o supervulcão de Yellowstone é , na verdade, duas vezes e meia maior do que se acreditava anteriormente que ele seja ...


No final do ano um novo estudo sobre o enorme vulcão super encontrados na câmara de magma subterrânea a ser 2,5 vezes maior do que se pensava - uma caverna que mede 90 km por 30 km algum e capaz de conter 300 bilhões de quilômetros cúbicos de rocha derretida.

Se o gigante adormecido foram para acordar, o fluxo de lava, cinzas e fumaça iria devastar os Estados Unidos e afetar o mundo inteiro.

Uma erupção full-blown em Yellowstone seria diferente de qualquer coisa que qualquer um de nós já vimos antes. O seguinte vídeo do YouTube tenta retratar o que aconteceria com as áreas dentro de algumas centenas de quilômetros de Yellowstone ...


Mas é claro que a devastação não iria apenas ser limitada à parte noroeste do país. A seguir estão alguns fatos mais sobre Yellowstone que eu compilados para um artigo anterior ...

º 1 Uma erupção em larga escala do Yellowstone poderia ser até 1.000 vezes mais potente do que a erupção do Monte Santa Helena em 1980.

º 2 A erupção em larga escala do Yellowstone seria expelir cinzas vulcânicas 25 milhas para o ar .

º 3 A próxima erupção do Yellowstone parece estar ficando mais perto a cada ano que passa. Desde 2004, algumas áreas do Parque Nacional de Yellowstone subiram tanto quanto 10 polegadas .

º 4 Há aproximadamente 3.000 terremotos na área de Yellowstone a cada ano.

# 5 No caso de uma erupção em larga escala do Yellowstone, praticamente todo o noroeste dos Estados Unidos será completamente destruído.

º 6 A erupção maciça de Yellowstone significaria que quase tudo dentro de um raio de 100 milhas de Yellowstone seria imediatamente morto.

º 7 A erupção em larga escala de Yellowstone também poderiam despejar uma camada de cinza vulcânica que é pelo menos 10 metros de profundidade até 1.000 milhas de distância .

º 8 Uma erupção em larga escala do Yellowstone cobriria praticamente todo o centro-oeste dos Estados Unidos com a cinza vulcânica. A produção de alimentos na América seria quase totalmente exterminada.

º 9 O "inverno vulcânico" que uma grande erupção de Yellowstone causaria esfriaria radicalmente o planeta. Alguns cientistas acreditam que a temperatura global cairia em até 20 graus.

º 10 da América nunca mais seria a mesma depois de uma grande erupção de Yellowstone. Alguns cientistas acreditam que uma erupção completa por Yellowstone tornaria dois terços dos Estados Unidos completamente inabitável.

# 11 Os cientistas nos dizem que não é uma questão de "se" Yellowstone vai entrar em erupção, mas sim "quando" a próxima erupção inevitável ocorrerá.

Em essência, uma erupção Yellowstone seria no mesmo nível como um evento Carrington . Qualquer uma delas poderia mudar radicalmente a vida nos Estados Unidos em um único dia.

Pessoalmente, eu certamente espero que não vemos uma erupção em Yellowstone em breve. E na verdade, eu estou muito mais preocupado com a possibilidade de uma erupção em outros vulcões na região noroeste, como Monte. Capa e MT. Rainier .

Mas se o solo continua a aumentar rapidamente em Yellowstone e terremotos, como o que atingiu no domingo continuam a acontecer, então seria muito tolo para nós a ignorar os sinais de alerta.

E é claro que você não deve esperar o governo para avisá-lo sobre a potencial ameaça de uma erupção de Yellowstone até o último momento. De um modo geral, o governo está muito mais preocupado com a "manter as pessoas calmas" que se trata de nos dizer a verdade.

Parece que mudaram-se para um momento de aumento da atividade sísmica em todo Norte e Sul América . Em tal ambiente, não seria sensato dizer que uma erupção em Yellowstone "não pode acontecer".

A verdade é que uma erupção em Yellowstone poderia acontecer a qualquer momento. Esperemos que todos nós estamos fora do caminho quando ele faz.

Sobre o autor: Michael T. Snyder é um ex-advogado de Washington DC que agora publica a verdade .Seu novo thriller intitulado " The Beginning Of The End "já está disponível na Amazon.com .


Michael T. Snyder é um graduado da Escola de Comércio McIntire na Universidade de Virginia e tem uma licenciatura em Direito e um LLM pela University of Florida Law School. Ele é um advogado que tem trabalhado para algumas das maiores e mais importantes escritórios de advocacia em Washington DC e que agora passa seu tempo pesquisando e escrevendo e tentando acordar o povo americano se.Você pode acompanhar seu trabalho em O Colapso do blog Econômica , Fim do Sonho Americano e The Truth Wins . Seu novo romance intitulado " The Beginning Of The End "já está disponível noAmazon.com .


Seja sociável, Ação!

O artigo o que uma erupção do Yellowstone Supervulcão Look Like? publicado pela TheSleuthJournal - Real Notícias Sem Sintéticos

Fonte: http://www.thesleuthjournal.com/eruption-yellowstone-supervolcano-look-like/

Pentágono Adverte Ásia Sobre "Clima Errático" em 2014




Os Estados Unidos se ofereceram para ajudar os países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) a se prepararem para os efeitos devastadores da mudança climática em 2014, pedindo uma maior cooperação entre exércitos e agências de emergência.

O chefe do Pentágono, Chuck Hagel, e outras altas autoridades americanas conversaram sobre o perigo representado pelo aumento global da temperatura com ministros da defesa da Asean emHonolulu, sede de um importante centro de pesquisas climatológicas especializado no registro do nível do mar e tsunamis no Oceano Pacífico.

"Quanto mais entendermos o que cientificamente explica estas catástrofes naturais, mais poderemos coordenar e comunicar os esforços para trocarmos assistência mútua", afirmou Hagel a seus colegas.

O encarregado da Agência para o Desenvolvimento americana, Rajiv Shah, recordou aos ministros que o relatório do painel de especialistas da ONU (IPCC) estabeleceu que o clima errático promete "semear o caos em sociedades de todo o mundo ao longo do ano".

"O que também assinalou é que a região Ásia-Pacífico será afetada por mais de 70% de todas estas catástrofes naturais", destacou.

Na década passada, o exército americano ampliou suas operações na Ásia em previsão de desastres naturais, posicionando navios e aeronaves para realizar tarefas de resgate e entrega de alimentos, água e medicamentos.

Brunei, Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnãsão os países que integram a Asean.

http://21dedezembro2012.blogspot.com.br/2014/04/pentagono-adverte-asia-sobre-clima.html

ALERTA: Animais estão fugindo das montanhas no Parque de Yellowstone


ALERTA: Animais estão fugindo das montanhas no Parque de Yellowstone


Animais muitas vezes pode sentir problemas muito antes dos humanos. Estes Bison estão descendo as colinas em massa e fugindo pela estrada em Yellowstone. Seria o sinal de uma grande erupção? Não podemos afirmar com toda certeza sobre isso, mas pode-se acreditar que algo está ocorrendo pois este vídeo gravado em 20 de Março foi dias antes do terremoto de magnitude 4,8 que atingiu a região do parque por volta das 09h34 (horário de Brasília) no primeiro dia de Abril. Confiram o vídeo:
Você ainda tem dúvidas do que está acontecendo no Mundo? Olhe ao seu redor, veja o que os animais que muito antes estavam neste Planeta estão passando com a nossa intervenção:
http://www.verdademundial.org/2014/04/animais-estao-fugindo-das-montanhas-no.html

Terremoto 5.1 no BRASIL.




O mapa acima destaca o tremor que ocorreu no Brasil, a 89 km da cidade de Tarauacá (AC) às 15:27 UTC do dia 07/04. Esse evento ocorreu a 551 km de profundidade e atingiu 5.1 graus de magnitude, abaixo das coordenadas 8.17S e 71.57W.

De acordo com dados recebidos do Instituto de Pesquisas geológicas dos EUA, USGS, nas últimas 48 horas ocorreram 351 abalos tectônicos. Do total registrado, 282 foram sismos de baixa intensidade e 61 apresentaram magnitude moderada. 7 tremores foram classificados entre forte e muito forte.

http://www.apolo11.com/terremotos.php

Moradores registram luzes estranhas no céu em Quixadá, Ceará – Brasil




Um registro fotográfico feito pelo casal Demir Drinks e Davinha Almeida está atraindo a curiosidade de quem acessa a fanpage Distrito Califórnia, de moradores dessa comunidade rural, situada a cerca de 20Km do Centro de Quixadá. O casal conseguiu captar a imagem de uma “luz estranha” na noite do último sábado, dia 5. Eles estavam na praça da vila do distrito quando avistaram o movimento no céu. Alguns acreditam tratar-se de um OVNI.

A aparição deverá ser um dos assuntos discutidos nesta segunda-feira, 7, no encontro de ufólogos e apreciadores do tema, realizado nas noites do primeiro dia da semana, no Fancine Quixadá, situado ao lado da Igreja Matriz Jesus Maria José, no Centro desta cidade. A reunião, aberta ao público, começa às 19 horas. Os organizadores apresentam vídeos e discutem a existência de vida além da Terra.

Fonte: blogs.diariodonordeste.com.br

Colaboração: Miro, Paulo Costa



Leia mais: http://ovnihoje.com/2014/04/07/moradores-registram-luzes-estranhas-ceu-em-quixada-ceara-brasil/#ixzz2yDlhxPYH

Será maio de 2014 o mês em que eventos mundiais impactantes começarão a ocorrer?


Os leitores que vêm acompanhando o OVNI Hoje por algum tempo já devem ter percebido que este blog procura manter uma postura neutra e respeitosa a respeito das opiniões variadas de nossa diversidade humana. Mas apesar disso, sempre fico com um pé atrás quando pessoas alegam ter recebido mensagens de ‘seres’ vindos de outros planetas e dimensões. E faço isso, não por duvidar desta possibilidade, pois quem sou eu para alegar que já sei toda a verdade, mas sim porque para uma pessoa alegar que tem recebido mensagens de entidades externas é ainda mais fácil do que forjar um vídeo de OVNI e postar no YouTube. Ou seja, qualquer um com um pingo de imaginação fértil pode fazer tais declarações.


Contudo, recentemente recebi um link de um leitor, que me levou ao site www.bluestarprophecy.com, onde havia uma ‘predição’ da canadense Miriam Delicado, com data aproximada marcada para maio de 2014. Como maio está próximo, decidi publicar o artigo de Miriam Delicado aqui, pois será uma oportunidade única para testar a veracidade de tais alegações enviadas por supostos seres extraterrestres.

Obviamente, mesmo que os eventos anunciados por ela ocorram, ainda não serão prova suficiente para respaldar suas alegações, pois sincronicidades (aquilo que a maioria das pessoas chamam de ‘coincidências’) podem ocorrer. Mas certamente, trata-se de um ótimo exercício para testarmos tais alegações.

Leia abaixo trechos relevantes do artigo de Miriam Delicado, que foi publicado em 29 de dezembro de 2013:


Miriam Delicado.

Já passou um ano desde 21 de dezembro de 2012. O dia em que muitos se aproveitaram da antiga profecia que muitos entendem pouco a respeito, escrevendo livros, lançando seminários, fazendo filmes, documentário, artigos de blog e tudo mais que fosse imaginável para vender isto para o público. Essa situação criou um dos mais temidos e esperados dias na história humana.

Nunca, em qualquer das minhas escritas ou palestras, eu concordei que teríamos um dia de transformação em 21 de dezembro de 2012. O que ocorreu foi uma união de pensamentos, intenções e corações ao redor do mundo, focados em oração, meditação e contemplação do nosso futuro como seres humanos e como planeta. Há momentos onde transições e mudanças ocorrem, mas este não foi um desses momentos. A transição deste planeta, com bem como tudo relacionado a isso, é um processo de mudança, mas não através de gratificação ou manifestação instantâneas. É triste que, no meu ponto de vista, este dia foi sequestrado por um lado mais negro e nós, pois como família humana, perdemos o potencial verdadeiro para criar esta mudança.

Assim, entramos o ano de 2013 com emoções misturadas ao redor do planeta. O que iria acontecer depois? Não demorou para algumas pessoas começarem a vender novas ideias… talvez eles tinham a data errada. Para estas pessoas que vendem esta ideia, o fazem com uma falta de entendimento e relação mais complexa e aprofundada entre o tempo, o espaço e a existência humana. O que nós, como seres humanos, estamos no processo de reconhecer é que estamos aqui somente neste momento. SEJA PRESENTE… no agora.

É extremamente claro que a “energia” de nossas vidas e deste planeta mudou. Não somos mais os mesmos na forma de pensar, compreender, agir e reagir para com o nosso meio ambiente e a vida ao nosso redor. Isto é parte da transição que algumas pessoas pensaram ao redor do mundo que iria ocorrer instantaneamente em 21 de dezembro de 2012. Esta transição continuará por vários anos e é durante este tempo que procuramos uma compreensão mais elevada de quem somos e o que o propósito para a vida neste planeta realmente é.

Nós, como uma espécie, estamos nos aproximando de uma encruzilhada onde não haverá a possibilidade de retornar. Empurramos a hora da transição para a hora da consequência. Em 2014, nós, como planeta, uma comunidade global, veremos as manifestações daquelas escolhas que fizemos no passado. O tempo, tal como a existência, pode ser eterno, mas aqui no planeta Terra temos a habilidade de finalizar a vida tal como a conhecemos. Lentamente, uma a uma, abusamos das vidas animais e vegetais desta terra, causando muitas espécies de não mais existir. É a manifestação de que nós, como sociedade global, estamos vendo ondas das consequências de nossas escolhas do passado.

Muitas pessoas me perguntam se temos tempo para mudar o potencial construtivo futuro para a vida. Minha resposta neste momento é sim. Temos pouco tempo para nos dedicar ao trabalho que deve ser executado coletivamente para proteger a vida sagrada deste planeta. De fato, esta não é a minha opinião, mas a opinião de seres que tenho tido contato. Sobre os últimos dois anos eles têm avisado que 2014 seria o começo das manifestação de nossas escolhas do passado, de formas muito poderosas e isso afetaria o planeta e tudo sobre ele.

Por volta da primavera [no hemisfério norte] do próximo ano (2014), os seres, ou Grandes Ancestrais, como eu os chamo, nos avisaram que se os comprometimentos não forem feitos de forma suficiente por pessoas ao redor do mundo para mudar este paradigma destrutivo de pensamento que criamos, poderemos não ser capazes de existir no futuro. Isto não significa que precisamos ter tudo consertado… devemos nos comprometer em trabalhar para esta correção.

Têm ocorrido grandes mudanças neste planeta quanto ao nosso próprio desenvolvimento espiritual e naquilo que acreditamos existir não somente na Terra, mas também a respeito de Deus ou do Criador. Isto é evidente quando ligamos nossos televisores e assistimos a toda programação ao redor das comunidades alternativas, tais como o paranormal, OVNIs, teorias da conspiração e muitas outras. A respeito de nossas crenças, muitos mestres espirituais destas comunidades alternativas têm ido até a mídia corporativa de todas as formas. Como um planeta, o que isto demonstra é que estamos em transição, não somente na forma física, mas também nas formas emocional e espiritual…

...Em 2014, o que veremos é uma mudança massiva na compreensão consciente de quão preciosa e delicada a vida neste planeta realmente é. Os efeitos de Fukushima no Japão começarão a se manifestar e a verdade não mais será escondida do público. Os efeitos devastadores da usinas nucleares serão compreendidos pela humanidade nos anos vindouros. Como entidade coletiva, temos a habilidade de mudar e reparar alguns destes danos de Fukushima e de todos os outros poluentes destrutivos do planeta. Através de oração e meditação focadas, temos a habilidade de afetar a vida que existe ao nosso redor. Este é um fato comprovado através da ciência…

…Em 2014, surgirá um líder espiritual poderoso, ou talvez um líder religioso que trará uma forma chocante de revelação. Esta virá, ou diretamente desta pessoa, ou como resultado desta pessoa querendo que isso ocorra…

Não acredito em fazer predições, mas quando recebo mensagens muito fortes destes seres, tais como a mensagem sobre este líder religioso/espiritual, sou inclinada a compartilhar com você…

…Em maio de 2014 é quando os eventos mundiais começarão a ocorrer para moldarem o nosso futuro.

Hoje, a mensagem dos Grandes Ancestrais (Seres da Estrelas) para todos é a de que permaneçam focados em seus próprios desenvolvimentos pessoais internos. A chave para desbloquear a verdade é encontrada dentro de cada um de nós…

…Que nossa geração futura prospere.

- Miriam Delicado

——-

E que venha maio de 2014!

n3m3



Leia mais: http://ovnihoje.com/2014/04/07/sera-maio-de-2014-o-mes-em-que-eventos-mundiais-impactantes-comecarao-a-ocorrer/#ixzz2yCHsjcU3

domingo, 6 de abril de 2014

Atlântida, Dragões, Capela e a Evolução Humana





Como foi mencionado no texto "Os outros exílios além de Capela", existiram muitos outros exílios antes da vinda dos capelinos para a Atlântida. A História da humanidade é bem anterior a 12 mil ou 40 mil anos.


Link os outros exílios além de Capela


Só pra vocês terem uma idéia, o gênero homo sapiens sapiens, que é o atual modelo que nós encarnamos atualmente, surgiu há 120 mil anos, ou seja, muito antes do que 40 ou 12 mil anos antes de Cristo e tal gênero conviveu por vários milênios com o homo sapiens neanderthalensis (homem de neanderthal), que surgiu 300 mil anos AC e foi extinto por volta de 30 mil AC, sendo que fisicamente os neanderthais eram mais robustos que o homo sapiens sapiens, tinham um volume cerebral maior e segundo recentes pesquisas cientificas se comunicavam entre si com uma linguagem articulada.






Ano passado cientistas descobriram um novo continente próximo a costa sul/sudeste brasileira e "coincidentemente" esse pedaço de terra submersa é mostrado nos mapas da Teosofia, como pertencente ao grande continente atlante em um mapa (mostrado acima) que segundo é relatado, mostra a configuração da Terra há 800 mil anos, ou seja, muito antes dos 40-12 mil anos que algumas obras espíritas andam divulgando e muito antes dos 500-450 mil anos que as teorias ligadas a obra do Zecharia Sitchin divulgam.


Link sobre a descoberta de continente na costa brasileira


Por esse motivo, para compreendermos a história da humanidade, precisamos recuar até 1 milhão - 800 mil anos, na época que os chamados dragões ou morgs foram exilados pra cá, um pequeno grupo com menos de 2 mil espíritos, que não veio para a Terra para "roubar ouro e levar para o seu mundo de origem", até porque quando chegaram aqui, em corpo astral e não em corpo físico, foram aprisionados pela justiça divina.


Curiosamente os mapas da Teosofia mostram que entre 800 mil e 200 mil anos AC a configuração planetária, sobretudo o território no qual estava a Atlântida, foi drasticamente alterada, e mais curioso ainda: que exatamente nessa época (780 mil AC) o homo habilis foi extinto e em alguns milênios o gênero homo avançou de tal forma que espécies como o homo sapiens arcaico, o homem de neanderthal e o homo sapiens sapiens surgiram em uma velocidade muito superior ao desenvolvimento que ocorria até a extinção do homo habilis, que era muito mais frágil fisicamente em relação a esses 3 últimos.


Algo aconteceu a partir de 780 mil AC....


Segundo uma das teorias mais aceitas para o processo de evolução humana, o homo sapiens sapiens derivou de uma evolução do homo sapiens arcaico e por sua vez o homo sapiens arcaico derivou do homo erectus. A questão é que algo fez com que ocorresse um aceleramento nesse processo, entre 780 mil AC e um pouco antes de 600 mil AC, exatamente na janela de dois importantes mapas da Teosofia, que segundo reza a lenda vieram diretamente das mãos de Charles Leadbeter, um maçom de grau 33 e profundo estudioso sobre a Atlântida e a espiritualidade, que por sua vez recebeu esses mapas de Madame Blavatsky quando ela pesquisou muito da história da humanidade, inclusive junto a alguns monges tibetanos que teriam entregue esses mapas a ela e ajudaram a formular a Doutrina Secreta. Blavatsky trouxe a essência, Leadbeter a sintetizou de forma mais "palatável" e William Scott Eliott popularizou.


Em 780 mil AC o homo habilis, com seu 1.30, porte frágil, foi extinto. Ocorre que um pouco antes, em 800 mil AC, o homo antecessor também foi extinto, sendo que uma das espécies vivia na África e o antecessor vivia na Europa.


Algo importante aconteceu um pouco após 800 mil AC e segundo os mapas da Teosofia foi o primeiro afundamento da Atlântida, algo aconteceu que ocasionou tal afundamento, lembrando novamente que parte desse território que consta nos mapas da Teosofia foi descoberto ano passado próximo da costa brasileira


A partir de 600 mil AC surge o homosapiens arcaico que recebe "atualizações" muito rápidas:


homo rhodesiensis dura de 600 mil AC a 160 mil AC


homo heidelbergensis dura de 500 mil AC a 250 mil AC


homem de neanderthal que dura de 300 mil AC a 30 mil AC


Por volta de 120 mil AC surgiu o homosapiens sapiens.


Ao estudarmos os livros da Teosofia sobre a Atlântida, como a obra de William Scott Elliot, Charles Leadbeater e os mapas apresentados sobre os diversos afundamentos acontecidos, sendo o primeiro deles conhecidos perto de 800 mil anos atrás, ao estudarmos a obra do Feraudy que fala bastante sobre a Atlântida, em especial o livro Erg – O Décimo Planeta (livro que inclusive aponta 2035 como período crítico para as mudanças planetárias), ao estudarmos o capítulo 7 do livro Senhores da Escuridão do Robson Pinheiro que relata o exílio dos dragões para a Terra, que ao chegarem aqui ficaram aprisionados na esfera terrestre, concluímos que a teoria apresentada por Sitchin sobre os anunaki não possui lógica, pois realmente algo aconteceu que acelerou o ritmo de mudanças na evolução da espécie homo, mas tal acontecimento foi bem antes de 500-450 mil anos AC, além disso os primeiros exilados para cá (dragões/morgs) não poderiam sair e voltar do planeta como descreve a obra de Sitchin sobre os anunaki, ao mencionar que estes utilizam escravos para extrair ouro da Terra.


Aliás, pela própria Teosofia sabemos que povos avançados da Atlântida cultivavam seu próprio ouro através de avançada alquimia, criando inclusive algo superior ao ouro, o orichalco, portanto não faz o menor sentido acreditar que uma suposta civilização adiantada que podia cruzar o sistema solar com suas naves não tivesse tecnologia para criar seu próprio ouro e assim precisasse “surrupiar” o ouro da Terra.


Colocar os dragões ou morgs como os tais “anunaki” também é um grande equívoco, pois os dragões ou morgs vieram em algum período próximo de 800 mil AC e não em 500-450 mil AC como é dito no relato de Sitchin sobre os anunaki.


Um texto do blog que fala bastante sobre Nibiru e as teorias que envolvem a suposta existência dos anunakis estão nesse texto:


A Questão Nibiru


Se possuímos alguma data possível, como alguma base de estudos para o início dos avanços do gênero humano através da vinda de povos extraterrestres exilados com tecnologia superior (ainda que exilados e com baixa moral) essa data está entorno de 800 mil anos AC ou antes, algo entre 1 milhão AC e 800 mil AC e não 500-450 mil AC. Da mesma forma é um grande equívoco confundir dragões com exilados de Capela, pois o exílio dos dragões foi muito anterior a 12 mil ou 40 mil anos AC.


Portanto, os dragões não são nem anunakis, nem capelinos. Lá no fórum tem uma série de textos que fala sobre as diferenças entre dragões, magos negros e simples obsessores:


Link do fórum sobre dragões e magos negros




Atlântida, Lemúria e Hyberbóreo





Ao longo da antiga história humana tivemos diversos exílios, a questão é compreender como tais exílios ocorreram, sobretudo quando ainda existia a Atlântida, o Hyberbóreo e a Lemúria. Como eu mencionei no livro A Bíblia no 3º Milênio com amplas explicações, a Atlântida é e foi, desde tempos imemoriais, uma colônia do astral superior.


De tempos em tempos parte da sua estrutura era temporariamente materializada sobre o território continental que existia no oceano atlântico. Portanto, quando aconteciam afundamentos em virtude de guerras e conflitos dos povos exilados naquela região, o que “afundava” era tão somente a massa continental e não a Atlântida em si, pois toda a estrutura atlante que estava materializada após algum tempo voltava ao seu estado original, de matéria astralizada.


Em algumas reuniões de materialização com o Dr Fritz nos anos 90, eu pude observar tal fenômeno. Certa vez foi materializada uma pequena pirâmide de cristal com uns 2 cm de tamanho e após alguns dias ela simplesmente se desmaterializou, isso porque não estava sendo utilizada a tecnologia para manter artificialmente o estado da matéria astral modificado e, assim, mais materializado e menos astralizado.


Esse processo de materialização temporária de algumas colônias aconteceu em outras partes do planeta também, existem relatos, por exemplo, sobre a materialização de uma colônia na região do Saara, há quase 70 mil anos, também com o propósito de auxiliar não apenas no desenvolvimento moral de espíritos exilados que eram encaminhados para a Terra, como colaborar no avanço genético do gênero homo sapiens. Em um dos textos do blog sobre a Atlântida eu coloquei o seguinte relato:


“Nessa época, tanto a pirâmide de Gizé como a grande pirâmide atlanteana já existiam, ambas ficaram prontas um pouco antes do ciclo anterior, que ocorreu pelos idos de 53.800 a.c, ou seja, há quase 56 mil anos, novamente começando numa Era de Áries, simbolizada pelo cordeiro (toda a preparação dos quase mil anos de Jesus pra encarnar ocorreram durante uma era de Áries também).


Elas foram construídas nessa época como parte de um grande projeto da espiritualidade para que ocorressem os avanços necessários ao homo sapiens na África e na Europa, criando no seio do homem de neandertal (homo sapiens neanderthalensis) um novo tipo de homo sapiens conhecido como homem de cro magnon , ambos do gênero homo sapiens se extinguiriam mas o cro magnon deixaria uma herança genética ao homo sapiens sapiens criada justamente pelo cientistas atlantes desta época: o marcador genético M343.


Se recuarmos mais um grande ciclo, chegaremos exatamente ao ano 80 mil AC, novamente no inicio de uma era astrológica de Áries também demarcado pela rara conjunção entre Alcyone e a estrela polar, o que de certa forma pode ter servido como um “marcador” para a construção exatamente no Egito e quando esse alinhamento ocorresse no grande ciclo seguinte, tanto para a pirâmide egípcia como a pirâmide atlanteana. Temos, portanto, marcados esses grandes ciclos:


80 mil anos a.c - Afundamento de parte da Atlântida, início da era astrológica de Áries, conjunção entre a estrela polar e Alcyone exatamente sobre o local onde no futuro seria erguida a grande pirâmide egípcia.


53.800 anos a.c – Construção das grandes pirâmides, atlanteana e egípcia, marco do início do aprimoramento genético da espécie humana homo sapiens pelos atlantes, início da era astrológica de Áries, pirâmide egípcia perfeitamente alinhada com o raro fenômeno de Alcyone e estrela polar alinhadas, marco do início da penúltima Era de Ouro da Atlântida.


28 mil anos a.c – Início da Era astrológica de Áries, novamente Alcyone alinhada no topo da grande pirâmide egípcia demarca o fim do homem de neandertal , o trabalho de aperfeiçoamento do gênero homo sapiens avança


10.838 anos a.c – Início da última Era de Ouro da Atlântida, início da construção da Esfinge


10.500 anos a.c – Encarna no Egito Toth, iniciado atlante


9.564 anos a.c – Afundamento da Atlântida, extinção do homem de Cro Magnon. O afundamento do território atlante provocou tsunamis em todas as áreas costeiras do planeta, atingindo com mais força principalmente o Caribe, Europa , noroeste da África e toda a área costeira do mar Mediterrâneo eventos que causaram a extinção do Cro Magnon"


A Atlântida e os ciclos planetários


Os exilados quando eram enviados para a Terra não encarnavam diretamente, passavam antes por um período de adaptação no astral intermediário (contrapartida astral da superfície terrestre física) e caso mostrassem alguma vontade de mudança, eram encaminhados para a Atlântida, Lemúria ou ao Hiperbóreo, colônias astrais temporariamente materializadas em grandes massas territoriais do Globo, para que nesses locais eles pudessem colaborar com a evolução dos povos primitivos da Terra (homo sapiens arcaico, homem de neanderthal, homo sapiens sapiens e etc que recebiam visitas constantes desse seres em seus vimanas) e assim pudessem evitar, em muitos casos, o encarne entre os povos primitivos, o que infelizmente para os exilados era uma minoria, já que grande parte trazia ainda intensa a carga de ódios dos mundos que os exilaram.


E mesmo os mais “brandos” acabavam quase sempre, após algum tempo, sucumbindo a ação dos dragões/morgs e de magos das trevas vindos de exílios anteriores, que do astral inferior influenciavam os mais “brandos”, motivando sutilmente antigos ódios e desejo de poder, sendo que esses dois grupos (dragões e magos negros) lutavam até o penúltimo afundamento da Atlântida, ou seja, ainda conseguiam após instalar a confusão e a guerra eles próprios se materializarem na Atlântida, foram essas as últimas vezes que os dragões andaram na superfície da Terra, mesmo nunca encarnando entre os homens.



Quando os capelinos vieram “a coisa” não estava tão feia assim: os povos primitivos da época eram bem semelhantes a atual forma humana que nós possuímos atualmente, inclusive possuindo uma linguagem articulada, em boa parte ensinada pelos atlantes, hiperbóreos e lemurianos ao longo de vários e vários milênios de visitas constantes dos “gigantes das estrelas” (devido a sua forma materializada mais alta e devido a utilização de naves ou vimanas para deslocamento no Globo).




Os quatro povos da Atlântida





Na própria Atlântida, antes da formação da ultima Era de Ouro e durante a última Era de Ouro, que precedeu o afundamento derradeiro do território no atlântico (que havia sobrevivido aos afundamentos anteriores) em 9564 AC, os 4 povos viviam e auxiliavam no desenvolvimento e na diversidade genética dos povos primitivos do resto do Globo:


Os hyperboreos atuaram diretamente no desenvolvimento dos europeus, pois em sua forma perispiritual eram brancos, loiros, com olhos claros, já os lemurianos atuaram diretamente nos povos primitivos da África, possuíam a pele negra, assim como os cabelos e olhos escuros.


Os atlantes possuíam pele avermelhada, os cabelos ruivos, entre o castanho e o avermelhado e olhos que variavam do castanho ao violeta. Havia ainda uma quarta civilização, que atuava diretamente em uma colônia astral que de tempos em tempos se materializava em uma região que englobava parte da Rússia e da China atuais e dessa civilização existiam habitantes que viveram também na Atlântida: possuíam a pele entre o branco e o amarelo, cabelos negros e olhos “puxados”, normalmente escuros.



Todas essas quatro civilizações e suas bases continentais atuaram por milênios ajudando no aprimoramento genético do homo sapiens, ainda que inicialmente as primeiras mudanças genéticas, há quase 800 mil anos, tenham sido realizadas pelos dragões/morgs exilados para a Terra.


Após o lançamento do meu próximo livro, sobre a transição planetária no Brasil que estará pronto entre final de julho e início de agosto, eu iniciarei a série de 4 livros sobre a Atlântida e pretendo abordar com muita profundidade esses temas, contanto a história humana a partir da formação da última Era de Ouro Atlante e complementando os estudos valorosos trazidos pela Teosofia e pelo Feraudy sobre a história milenar da humanidade.

Depois de falar um pouco sobre o futuro da humanidade, tanto na Bíblia no 3º Milênio como no próximo livro sobre a transição planetária no Brasil, essa série de 4 livros falará sobre o passado da humanidade e como ambos, passado e futuro, mostram exatamente a mesma mudança: a formação da última Era de Ouro da Atlântida e a formação da definitiva Era de Ouro, não mais apenas em um ponto da Terra, mas no mundo inteiro, quando chegar a Era de Regeneração após 2036. Que a jornada continue....

Continuação do assunto: Atlântida - Perseu, os Dragões e a Origem dos Guardiões




Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro203



Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2014/03/atlantida-dragoes-capela-e-evolucao.html#ixzz2y9UsRXwk

Comente no Facebook